Parabéns Charles Robert Darwin

Faz hoje (12 de Fevereiro de 1809) em Shrewsbury, Inglaterra que nascia o quinto filho de Robert Darwin e sua esposa Susannah Darwin.

Cedo se interessou pelo reino animal e míneral, aos 8 anos já coleccionava insectos, plantas e mínerais. Durante a sua juventude e após uma breve passagem como estudante de cirurgia na universidade, Darwin já detinha conhecimentos de taxidermia, geologia e classificação de plantas.

Devido aos atritos com o seu pai porque este queria que Darwin seguisse os seus passos como cirurgião, aos 19 anos a sua carreira mudou drasticamente para a de clérigo. Na época os clérigos recebiam uma pensão que lhes permitia viver abastadamente e lhes era permitido os estudos naturalistas, era uma das suas obrigações, “explorar as maravilhas da criação de Deus”.  Darwin viria a mudar o seu curso máis uma vez para História Natural, na universidade de Henslow. Após um brilhante ensino de estudos teológicos e geológicos onde foi um dos melhores alunos, a universidade o recomendou como sendo um dos acompanhante de expedição do barco HMS Beaggle, numa viagem de 2 anos com o objectivo de mapear a costa da América do Sul. Viagem essa que viria a durar 5 anos e que moldou para sempre muitas áreas da ciencia.

Nessa viagém pode constatar várias teorias da qual tinha lido ou ouvido durante o seu tempo de estudante irrequieto. Fósseis de conchas encontradas por Darwin na Patagónia do Chile e nos topos montanhosos dos Andes, vieram a corroborar com as idéias de  Charles Lyell de que a terra ao longo do tempo ia-se elevando e os sedimentos formavam pequenos degráus com o passar dos tempos.

Mas foi nas ilhas Galápagos que a famosa teoria da origem das espécies através da selecção natural ou a preservação de raças favorecidas na luta pela vida tomou forma, Darwin apercebeu-se que as cotovias, tentilhões e tartarugas variavam de ilha para ilha, de forma a adaptarem-se da melhor forma ao seu redor. Numa ilha, onde só havia vegetação rasteira, as tartarugas tinham uma carapaça baixa, enquanto que noutra ilha proxima onde a vegetação era mais alta as carapaças tinham a forma de um “V” invertido, para que o animal podesse esticar o pescoço e alimentar-se, o mesmo se passavam com os tentilhões onde as diferenças eram predominantes nos bicos.Já na Austrália ao vislumbrar o ornitorrinco afirmou que “Um incrédulo… poderia dizer que ‘seguramente dois criadores diferentes estiveram em acção'”

Nesta altura Darwin ainda tinha uma mentalidade criacionista, sendo seguidor das ideias de Paley, onde a perfeição da natureza era uma prova de que só podia ser germinada atravez de mão dívina. No entanto a sua descrença inicio-se a bordo do Beaggle, quando vislumbrou uma vespa paralizando uma larva e a introduzir os seus óvos para que esta servisse de repasto à prole quando eclodisse. Enquanto redigia “A Origem das Espécies” chegou mesmo a escrever a religião como uma estratégia tribal de sobrevivencia. Com o passar do tempo a linha ténua que o separava do dívino tornou-se mais curta e a morte de sua filha Annie em 1851 foi a machadada fínal na questão. Continuando no entanto a ajudar benéficamente a sua igreja local, nos domingos acompanhava a sua família à igreja mas nunca participava nas liturgias, ficando de fora nos jardins a disfrutar da natureza e a raciocinar acerca das suas teorias.

Darwin só viria a publicar o seu livro em 1859, 50 anos após o seu nascimento, e apenas sobre grande reflexão acerca do tema e discussão insessante com os maiores cientistas da época.Hoje em dia a sua teoria não só é aplicada na natureza como também na ecónomia e na sociedade com o chamado “Darwinismo Social”. No seu leito de morte em 1882 Darwin admitiu que nunca se teria tornado Ateu, mas sim um Agnóstico.

A teoria de Darwin de que evolução ocorreu por meio de selecção natural mudou a forma de pensar em inúmeros campos de estudo desde a Biologia à Antropologia. Seu trabalho estabeleceu que a evolução havia ocorrido não necessariamente por meios dívinos ma sim atravéz da seleção natural e sexual. Outros antes dele já haviam esboçado a idéia de selecção natural, ainda em  vida, Darwin reconheceu como tal os trabalhos de William Charles Wells e Patrick Matthew que ele e praticamente todos os outros naturalistas da época desconheciam quando ele publicou a sua teoria. Contudo, é claramente reconhecido que Darwin foi o primeiro a desenvolver e publicar uma teoria científica de Selecção Natural e que trabalhos anteriores ao seu não contribuíram para o desenvolvimento ou sucesso da Selecção Natural como uma teoria testável.

Apesar da grande controvérsia que marcou a publicação do trabalho de Darwin, a evolução por selecção natural provou ser um argumento poderoso contrário às noções de criação divina e projecto inteligente comuns na ciência do século XIX. A idéia de que não mais havia uma clara separação entre homens e animais faria com que Darwin fosse lembrado como aquele que removeu o homem da posição privilegiada que ocupava no universo. Para alguns de seus críticos, entretanto, ele continuou sendo visto como o “homem macaco”.

5 Responses to Parabéns Charles Robert Darwin

  1. luana diz:

    n verdade este trabalho nao é diferente de outros sites q eu ja vi,poderiam ter colocado algo inigualavel assim podemos estudar coisas novas .
    pois tudo em todos os sites é igual…

  2. mastiphal diz:

    Olá Luana e obrigado pela tua visita.

    O Ode Triunfante não pretende antes demais demarcar-se de todos os outros sítes com contêudos identicos ou semelhantes, mas sim responder a várias questões que nos afectam no nosso dia-a-dia que nos tentam disturpar da verdade.
    O que procuramos? A conciencialização de todos os nossos leitores, e que acabem de ler os nossos posts e consigam reflectir na sua forma de pensar sobre as temáticas aqui discutidas.

    Sim podemos repetir muita coisa que pode ser encontrada noutros sítes, afinal de contas é lá que vamos buscar muitas das nossas teorias, mas faze-mo-lo com uma pequena diferença. Faze-mo-lo em Português.

    Esperamos contar contigo mais vezes, Luana.

  3. Joao Teixeira diz:

    Por muitos trabalhos que hajam por ai para tentar despertar o interesse das pessoas por este tipo de áreas e reflexão, nunca serão suficientes para alertar toda a gente. Nós não estamos a querer impingir nada às pessoas que nos leiem. Usamos os assuntos como pontos de discussão, até como podes ver entre nós autores não concordamos de igual modo em todas os assuntos. Podes ver isso em posts como a “Teoria dos Contrários”.😉

    O tempo também é escasso mas tentamos ao máximo dar vida ao blog. Até por os assuntos que debatemos aqui não são meras colagens de outros sites, são, espero eu, discussões abertas que requerem o minimo de reflexão e tempo. E isso por vezes é dificil na nossa sociedade.

    Foi bom ter o teu comentário. Espero que que mais gente venha comentar, normalmente o pessoal é muito tímido e não há razão para isso🙂 O propósito dos autores é mesmo dar-vos algo em que pensar para voces nos darem que pensar a nós também, até porque nós usamos o blog para pensarmos entre nós já que no dia-a-dia estamos longe uns dos outros.

    Fiquem bem.
    []

  4. Kalenda diz:

    Como mero participante deste Blogue e interessado por estes e outros assuntos, gostaria de saber (e falo por mim) se te seria possivel partilhar/postar alguns dos sites de que falas, estou certo que os Srs. Admins não se importam que se divulgue aqui a “concorrência” 🙂

    Abraço …

  5. Pingback: À Procura de Darwin - episódio 1. « Ode Triunfante

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: