11 de Setembro – Coincidências (Parte Oito)

“Facto: Fogos não controlados de combustível de avião NÃO podem derreter aço.”

“Aço derrete a 2750 ºF (1510 ºC), um fogo a céu aberto atinge um máximo de 1200 ºF (648ºC), aquecedores de querosene ardem a 1800 ºF (982 ºC) mas o aquecedor não derrete…” – Reparem a fragilidade do ferro que compõe o aquecedor.

“reparem nos detritos de metal que são projectados das torres. Teria o fogo capacidade de projectar tamanha quantidade de metal?

O que nós vemos no 11 de Setembro são chamas vermelho-laranjas, correspondentes a um fogo aberto. Isso e 90 min de fumo terão sido suficientes para derreter toda a estrutura?

Térmite, Fe2O3 + 2 Al , atinge temperaturas de 4500 ºF (2484ºC). Um dos produtos do uso da térmite é Al2O3, visível como fumo branco, vísivel nos destroços das torres.

Fumo branco da base das torres, e metal derretido também na base. Testemunhas afirmam grandes explosões na base antes dos impactos no topo.

Enxofre encontrado nos detritos das torres, enxofre com térmite produz termate, que origina resultados ainda mais rápidos na fusão do aço.

Reparemos na forma como os edifícios são demolidos. Pelas palavras de um demolidor experiente: “Explodimos a base – todas as colunas da base. Depois nós partimos no topo para começarmos e depois vamos destruindo todos os andares por aí a baixo até à base. Todos os explosivos têm um temporizador – é por isso que é controlada. Quando as colunas vão-se, cada andar caí e colide com o de baixo, e por aí em diante.”

“para pegar no edifício, parti-lo em milhões de bocadinhos e pô-lo todo na base”.

Penso que o facto dos destroços terem ficado completamente destruídos e reduzidos e pequenos bocados é bastante importante. Seria de esperar que um desabamento descontrolado gerasse detritos um pouco maiores também e de tamanhos variados.

As semelhanças entre a queda das torres e uma demolição controlada são bastante grandes.. o facto da torre começar a cair num momento preciso deixou-me também um pouco reticente.. mas por esse facto já ser mais discutível, deixo ao vosso critério.

6 Responses to 11 de Setembro – Coincidências (Parte Oito)

  1. ManuelFelicio diz:

    Já passaram quase 8 anos. Ninguém fez nada..já não há nada a fazer.

    Os verdadeiros terroristas ainda andam à solta..e não estou a falar do Bin Laden.

    We’re doomed!

  2. 4zbruno diz:

    Agora a sério……isto é gozo ou é sério?

    QUal será melhor? Viver na realidade ou na ilusão?

    Ninguém fez nada? Era suposto Ninguém fazer algo? Seria melhor hoje se o Niguém tivesse feito alguma coisa?

    Lol desculpem as objecções e a postura sempre do “contra”, mas começo a desmotivar….espero bem que seja uma simples fase e volte a fome desconhecida!

    Aproveitanto as palavras de um senhor, depois de ter sido apresentado numa palestra por um aluno na qual levou prai 5min a dizer o seu extenso curriculo: “Tudo o que vocês tiverem a ouvir agora sobre mim pouco importa, no desporto o que interessa é o “Daqui para a frente”, tudo o que foi ganho ninguém nos tira, mas podemos perder o que está por ganhar”

    Tipo brutalo_O curti a moral….espero que voces tambem

  3. PXL!!!

    Bruno.. às vezes sinto o mesmo do que tu.. ‘isto é gozo ou é sério?’ é mesmo assim.. eu espero e tenho tentado lutar para que seja sério. Acho que é sério, tem de ser. Cada vez vomito mais a televisão que temos, a miséria que é… um exemplo em desabafo..

    um gajo não precisa de desmotivar, só tem de estar ciente e com atenção. Ir passando as palavras aos poucos, deixar só a mensagem. São coisas difíceis para as pessoas ouvirem e pensarem. Mas vai com o tempo. Tem de ir ou estamos condenados.

    Manel, até se têm feito coisas, ainda só nas fronteiras do oficial, mas têm-se feito coisas. Mas ao ver as massas.. as discussões.. mas há pessoal por aí. Há por ai pequenos rebentos de esperança, vou arriscar a dizer.

    Apesar de terem estado a sair posts todos os dias da minha parte, eu mesmo não tenho tido tempo nenhum para dedicar ao blog, se não fosse o agendamento de posts não saiam todos os dias, de certeza. E num mais vi mais nenhum documentário ou divulgação. Nem tenho seguido os blogs que antes acompanhava. Não por que não queira, mas tou mesmo com pouco tempoe e também numa fase de ressaca relativamente a estes assuntos. Não é que não tenha vontade, mas às vezes um gajo pensa, ‘vou esquecer um bocadinho e curtir um cói do dia’. Mas a atenção de continuar lá Bruno.

    Vamos apenas passando a palavra. Com calma, para quem quiser. Não é dum dia para o outro.

    Abraços

  4. 4zbruno diz:

    Compreendo =) ressacaaaaaaaaaaaa eh isso…………..lol ja pensaste que a mudança foi brusca? não digo que foi má ou que escolhemos o caminho menos bom, mas foi repentina, e isso falha sempre =/

  5. Ya, fui uma cena que começou a acontecer de repente. Mas tem de começar por algum lado. Não significa que seja má, agora é deixar a poeira assentar e seguir com calma.

    No entanto, acho que o ‘trabalho’ que já foi feito até agora foi muito bom. Gosto bastante do blog e quero mantê-lo! E desde já conto com vocês.

    Lembra-te do que tu próprio me disseste.. tar parado não compensa.. ‘é sempre pá next..’.. ‘pá next é melhor jovem’

    a next é aqui e agora! Os assuntos vão variando, as atenções vão mudando e por isso há que manter! há que seguir!!

    Abraço!

  6. Pingback: 11 de Setembro… 8 anos depois « Ode Triunfante

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: