Cristãos discutem entre eles sobre a evolução

Há muito que não falava de religião, e há muito também que não escrevia um post inteiramente digno da categoria “Ode“. Pois bem.. hoje apetece-me, aqui vai.

A notícia: Surgiu na NewScientist com o título “Christians battle each other over evolution“. As novas descobertas a nível arqueológico, nomeadamente o fóssil da Ida, ja estão a causar o seu impacto. Da notícia saem dois nomes de duas instituições, ambas Teístas e Cristãs: The Discovery Institute (DI) e a BioLogos Fundation (BLG). A DI lançou agora um site destinado a esclarecer a problemática, “Podemos ser crentes (cristãos) e aceitar a evolução? Ao que toca à DI a resposta é um redondo NÃO. Este site surgiu como resposta ao novo site da BLG, da autoria de Francis Collins, geneticista e antigo responsável pelo Projecto do Genoma Humano, acredita que ambos os lados podem ser considerados em simultâneo.

Afinal, para que lado puxar a corda?

O comentário: É curioso notar que sempre que se tenta fundir a religião, ou qualquer superstição, com o conhecimento científico é sempre a parte religiosa que acaba por se moldar. A ciência fica sempre tal e qual estaria quer a religião estivesse lá ou não. Fará sentido em termos intelectuais, ou filosóficos, estar constantemente a alterar um ideia de modo a, todo o custo, mantê-la viva? Ou será mais lógico, construir uma ideia de novo com base no conhecimento recentemente adquirido? Sinceramente não sei, fico à espera do comentário de alguém.

A ritmo que a ciência evolui, penso que é seguro dizer que o Deus Teísta acabará inevitavelmente por ser remetido ao canto do Deus Deísta, que não é pouco mais do que as leis da física. Alguns o descrevem como o “Deus criou o momento inicial e depois foi tratar de coisas mais importantes”. Mas será que sobre a luz deísta fará sentido tudo o resto da religião (Messias, intervenções, milagres, santos, etc) para além de um ‘simples’ Deus?

E se um dia chegarmos a um Deus Deísta, não será este apenas mais um Deus ‘tapa buracos’? Aliás, será possível conceber hoje mais algum Deus sem ser o ‘tapa buracos’?

Focando um pouco o ‘propósito inteligente’. Que vantagens nos trás, a nós sociedade, acreditarmos ou ‘sabermos’ que fomos colocados na Terra com um propósito? Na minha maior inocência, vou fazer uma pergunta a quem me estiver a ler. Nunca fui confrontado com a resposta, não sei se por não existir ou simplesmente por ignorância minha. Se fomos criados com um propósito, qual é ele?

A meu ver, ciência e filosofia são campos a unir, com urgência. Religião e filosofia, possivelmente uma combinação do passado. Conhecimento científico e religião, acho que são imiscíveis. Como foi referido na própria notícia, “quando se tenta conciliar ciência e religião rejeitando a noção dos dois ‘magistérios não sobreponíveis‘ de Stephen Jay Gould, uma delas acaba por sofrer”. Normalmente a religião.

Talvez o problema esteja na forma como a religião vê a ciência. Penso que a ciência é vista como uma equipe adversária, e não como ‘o conhecimento que temos sobre o mundo’. A “ciência” não anda a tentar ganhar nenhum jogo, nem a competir por nada, até porque a “ciência” não é nenhuma instituição. Ela existe em cada ser humano, uns praticam activamente e fazem disso vida, outros de forma mais passiva no seu dia a dia. A falar deste modo até parece que estou a falar sobre algo misterioso. Mas não, a ciência é como o ‘pensar’, acontece. Por outro lado, existem “instituições” religiosas, que competem para ver qual a “instituição” que tem mais apoiantes. Dois mundos diferentes, duas tentativas para explicar a mesma coisa, uma actual outra mais antiga, uma terá de ceder.

E voltando à pergunta, para que lado se sentem vocês puxados, nesta corda de três pontas?

P.S. – Será que agora com parte do clérigo a aceitar a evolução e outra a rejeitar ir-se-ão formar novas facções religiosas?

7 Responses to Cristãos discutem entre eles sobre a evolução

  1. 4zbruno diz:

    “A ciência fica sempre tal e qual estaria quer a religião estivesse lá ou não.”

    Ciencia vs Religião

    Religião vs Ciencia

    Ciência….winz….rul3r…haxor..owned…aimbot…purubot etc…

    A ciencia que de tanto se intitula, só não compreendo o que é que ainda vai na cabeça de alguns “Ci3ntistas 1337” que tem como adversário a Religião para exaltar os seus feitos e conquistas. A religião é um adversário fácil…..falem-me de ciencia vs espiritismo….falem-me de ciencia vs filosofia……

    “Fará sentido em termos intelectuais, ou filosóficos, estar constantemente a alterar um ideia de modo a, todo o custo, mantê-la viva?”

    De que termos filosóficos falas?

    “Ou será mais lógico, construir uma ideia de novo com base no conhecimento recentemente adquirido?”

    Na minha perspectiva será mais confortável, útil e practico apreender uma nova ideia que seja lógica em si, é naturalmente fácil (tendo em conta o meu estado permanente de erecção intelectual) tomar uma teoria corroborada em troca de uma que não passou no teste da falsificabilidade.

    “Sinceramente não sei, fico à espera do comentário de alguém.”

    O importante é aquilo que tu pensas, se isso te traz felecidade e estabilidade cagai pos outros.

    “Se fomos criados com um propósito, qual é ele?”

    Existe efeito sem causa? Podes começar por ai para encontrar a TUA resposta.

    “A meu ver, ciência e filosofia são campos a unir, com urgência.”

    Na minha opinião não, cada uma terá de seguir o seu percurso, só assim conseguirão eliminar os erros na busca da verdade. Neste momento a filosofia é a única capaz de questionar os métodos cientificos e a utilidade dos seus resultados. Ciencia e Filosofia tem carateristicas unanimes mas incompativeis, uni-las seria enfraquecer o que cada uma tem de melhor, de forma a tornarem-se consonantes.

    O lado que sou naturalmente puxado é e sempre será PLAY HARD GO PRO.

    Obrigado pela atenção xD

  2. Hey,

    epa, antes de mais nada, quero dizer a quem ler o post, que eu escrevi-o com a maior das calmas e sem qualquer exaltação de emoções.

    ciência vs. espiritismo..

    penso que o espiritismo é hoje em dia um alvo tão fácil quanto a religião. Ou melhor, talvez até mais fácil. Os meus conhecimentos sobre como funciona o cérebro são muito REDUZIDOS e quase me sinto capaz para refutar qualquer espírito com base nisso. Se juntarmos todo o conhecimento que se tem sobre o cérebro penso que refutar doutrinas espíritas não será qualquer problema. Desculpa a forma como falei agora, foi mesmo na calma. Eu sei que ainda te estou a dever uns bons posts sobre o assunto😛

    Procura o livro, “A alma está no cérebro”. Ainda vou a meio mas quando acabar posto logo. O livro não é nenhum Bíblia do conhecimento sagrado e divino, mas dá mais umas luzes na matéria, tal como tantos outros.

    “Ciência vs. Filosofia”.

    Neste campo discordo completamente contigo. Filosofia para mim é pensar. Reflectir sobre o que se faz. E é essencial fazer isso no campo da ciência. Pessoalmente não concordo que se tenham feito coisas como esta:

    http://www.sunshine-project.org/publications/others/gmoflu.html

    Quando se tenta, por outro lado, explicar um acontecimento com base apenas no acto de pensar sobre ele… acho que há uma falha. Acho que a abordagem não é completa, principalmente quando se tenta explicar coisas naturais através do pensamento. Muitas vezes criam-se passos lógicos que não são assim tão lógicos. Mas não vejo em quê a filosofia vai contra o pensamento cientifico.

    Eu não tenho vivido em função da luta Ciência vs. Religião, nem faço disso a minha felicidade, nem a minha tristeza. Mas se esta é a ‘luta’ mais comum é porque a religião é, dos temas que disseste, o mais mainstream e aquele que mais mexe com a sociedade à grande escala.

    “Existe efeito sem causa? Podes começar por ai para encontrar a TUA resposta.”

    Eu já tenho a minha resposta em relação a essa pergunta que fiz. Mas fiz a pergunta à mesma porque queria mesmo saber a resposta dos outros. Todas os efeitos que eu conheci tiveram uma causa, mas isso não implica que haja propósito, são coisas diferentes.

    “O importante é aquilo que tu pensas, se isso te traz felicidade e estabilidade cagai pos outros.”

    Podemos depois vir a reflectir se aquilo que pensamos trás felicidades aos outros também?

    Talvez com o tempo possamos virar-nos mais para a ‘espiritualidade’ e menos para a crença e para o espiritismo. Apesar do nome um bocado ‘espirit’ o que o conceito aborda nada tem a ver com o ‘além’ mas sim com o ‘aqui’ e com nós mesmos. Certamente algo a explorar.

    Porta-te
    vai postanto
    Abraços

  3. MFelicio diz:

    O nosso propósito de existência é bastante simples..basta olhar em volta.. fomos feitos para nos reproduzirmos e evoluirmos. Nós, as restantes espécies, as plantas, as células, e tudo aquilo que conseguires pensar.

    Tudo o que tiver vida, serve para gerar mais vida.

    Em relação à vossa discussão..

    Bruno, dizes que “Neste momento a filosofia é a única capaz de questionar os métodos cientificos e a utilidade dos seus resultados”.

    Hmm…mas será que dá respostas? Ou apenas lança achas para a fogueira? Ou apenas questiona os métodos científicos com “Será? Ser ou não Ser, eis a questão.”

    A meu ver, hoje em dia há 3 formas de encarar estas questões.

    – Há os que ficam pela suposição (ex: “será ou não será).

    – Há os que se escondem devido a superstições (ex: “é melhor não falar nisso senão algo de mal me pode acontecer”).

    – Há os que tentam desesperadamente encontrar soluções para criar um mundo melhor e cada vez mais avançado.

    A minha opinião é que o mundo tem que andar para a frente, não pode ficar preso a questões do passado nem pode ficar naquela do “será ou não será?”. A resposta para o “será ou não será?” tem que ser “não sei, mas vamos fazer os possíveis por descobrir!”

    Portem-se!
    Abraço

  4. 4zbruno diz:

    lol a filosofia alem de dar respostas logicas, objectivas e universais, porque a razão eh universal, orienta e encaminha o conhecimento cientifico

    Um cientista preocupa-se com os resultados ou consequencias durante o processo e metodo cientifico?

    A filosofia coloca barreiras (nao epistemológicas) e questiona a utilidade desses resultados. Mesmo assim temos mais avanço cientifico-tecnologico em meios de combate do que em cura de doenças =/ gg ciencia (powered by GOVERNO) xD

    Jubi o espiritismo é uma doutrina, cujo os fenómenos percepcionados pelo ser humano são analisados de forma cientifica, filosofica, religiosa e politica.
    Já que é assim tao facil como dizes refutar as “doutrinas espiritas” (que se reduz ao conhecimento quantitativo e qualificativo que tens sobre elas), então escreve um livro a refutar as “doutrinas espiritas”, e depois tenta refutar a d-o-u-t-r-i-n-a e-s-p-i-r-i-t-a, teras td o meu apoio =)

  5. MFelicio diz:

    Eu diria que os cientistas preocupam-se não só com os resultados mas também com as consequências e que tentam levar os avanços para o bem do mundo e não para a sua destruição.

    Agora, se me perguntares se são todos, não sei. Por trás de centros de investigação podem estar governos e os interesses de um governo são diferentes dos interesses da população.

    Corrupção há em todo o lado, quer seja na ciência como na religião, tal como o bem e o mal.

    Em relação ao espiritismo..diz-me uma coisa, acreditas que os cães também têm espíritos? E as formigas e as baratas? E as plantas?

    Eu diria que qualquer doutrina que tenha na sua definição “o ser humano” é uma falha e apenas mais uma forma de manipular as pessoas. O ser humano não é mais que os outros seres. O nosso princípio no mundo é igual ao de outro ser vivo qualquer. Porque é que o ser humano é que há de beneficiar de reencarnações e espíritos e coisas dessas? E os peixes? E as formigas? E os seres que já existiam há muito mais tempo que os seres humanos?

    Porque é que deus é pintado como sendo um ser humano? Porque é que não é pintado como uma doninha fedorenta? São tudo teorias para que as pessoas se sintam mais confortáveis em achar que somos os melhores, os únicos, a raça escolhida… depois entra a religião, as guerras santas, a manipulação de consciências.

    Um grande “ETC..” para isto tudo…

  6. Morrow Horstein diz:

    Somente um comentário

    Eu penso que o ser humano não consegue ver-se como parte integrante e ínfima da natureza assim como um cão, uma pedra ou uma árvore. Ele que simplesmente ser o “the best”. Então, cria um deus para explicar o porque ele fala, lê, escreve, etc.
    Quanto à “sentido” para a vida… não há. A vida, assim como o universo, não necessita “sentidos”. Ela simplesmente existe. Quem precisa de um “sentido” para viver? eu não preciso. Para mim, basta observar a natureza e ver que sou parte componente dela. Não preciso de “sentidos”. Preciso sim é viver intensamente, aproveitar o tempo que a natureza me permite para crescer intelectualmente, aprender, gozar a vida e transmitir a meus descendentes.
    Que “sentido” precisa um DNA para viver? o “sentido” do egoísmo e da multiplicação à qualquer custo?
    Quanto à “religiões”, apenas tradição de antepassados. Quem pode dizer que os tatatatatataravós dos meus tatataravós não adoraram um deus sol?… Precisamos é de leis para regular a vida em sociedade, e não de religiões.

    Gostei do seu blog
    Um abraço
    Morrow

  7. MFelicio diz:

    Morrow Horstein concordo com tudo o que disseste excepto quando dizes que não há sentido para a vida.
    Se leres o meu post com atenção vais ver que aquilo a que eu chamo de sentido da vida está explícito na tua frase “gozar a vida e transmitir a meus descendentes”🙂 O sentido da vida é gerar mais vida e criar evolução. Evolução atinge-se obtendo conhecimento, experiência e aprendendo com os erros. Por isso é importante criar vida e transmitir o máximo de conhecimento possível. Só assim será possível atingir um futuro brilhante.

    Talvez queiras pensar melhor sobre o assunto, aguardo a tua resposta😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: