605 forte

A informação está por explodir…

Quanto mais pesquiso mais mergulhado me encontro em informação tão crítica que nem 1000 livros parecem poder explicar, quanto mais uma cabeça ocupada e um blog de tempos livres…

Tenho encontrado bastante informação pertinente para colocar aqui, mas o tempo que disponho para dedicar ao blog não é muito e infelizmente é preciso dedicar-lhe algum tempo. Infelizmente estes assuntos estão aí.

É provavel que nos próximos tempos alguns dos meus posts sejam praticamente copy+pastes de outros blogs do nosso “Blog Roll”. Isto deve-se simplesmente à falta de tempo e à vontade de partilhar com vocês a informação a que vou tendo acesso. Obviamente, sempre que assim for, a fonte será devidamente citada.

Penso que estamos a chegar a uma fase da nossa história onde grandes dogmas morais terão de ser repensados. Não poderão haver fronteiras na nossa mente para observar o que está por chegar. Corremos a nossa vida alheios ou impotentes ao que se vai passando mundo fora.

Talvez o povo precise também de um “acontecimente catalisador – como uma nova Pearl Harbour -“, não para levar a cabo um agenda, mas para acordar. Quais serão as probabilidades de nascer ou emergir uma consciência global? Será mesmo que isso existe?

4 Responses to 605 forte

  1. Ravena diz:

    Olá, que bom que você me encontrou, não conhecia o seu e gostei muito.

    Espero trocar informações, já estou divulgando seu blog no meu.

    Um abraço

  2. ACrivelli diz:

    Você tem toda a razão, muitas mudanças estão por vir, fique atento.

  3. Paulo diz:

    Gostei do título. É que eu estou a pensar?

    A conscienlização global vai aparecer quando pararmos de pensar que podemos viver a nossa vida normalmente…porque isto não nos afecta directamente.
    Indo directa e friamente à questão, acho que é isso que se passa com o comum dos mortais, mesmo aqueles preocupados com a sociedade actual e com o viver “SIMS”, que é o que somos.
    “Temos de continuar o nosso dia-a-dia” – é este o pensamento; senão perdemo-nos “na translacção” que é a realidade em torno desta crise.
    Deveríamos pensar até onde estamos dispostos a negar este pensamento: É porque é muito difícil definir barreiras de forma equilibrada, nesta matéria de querer estar consciente do mundo e lutar por ele.

  4. jmct diz:

    o título, http://pubchem.ncbi.nlm.nih.gov/summary/summary.cgi?cid=991 , mas lembrei-me porque os IRIS (Algarvios) tinham uma música no primeiro CD com esse nome, e veio-me à cabeça.

    percebo-te. agora estou a divagar a pensar se mesmo conhecendo todos os programas decontrolo do psicológico por parte dos governo, mesmo assim, se isso conseguiria explicar a nossa apatia.

    A resposta está mesmo no espelho não é?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: