o que está na tua vacina do H1N1?

É este o título desta notícia publicada no site Straight.com. A notícia é uma entrevista ao neurologista Chris Shaw da Universidade de British Columbia. Que depois de ter o seu filho vacinado contra a H1N1 começou a estudar os componentes de algumas vacinas incluindo a vacina contra a Gripe A. Já antes desenvolvera pesquisas em outras vacinas. A vacina estudada foi a da GlaxoSmithKline, a mesma que está a ser distribuída em Portugal. Encontrei depois esta entrevista no Jornal i, é curioso lerem as duas para contra-porem as ideias.

Segue a notícia do Straight.

“Não poderiamos transformar este documento [o folheto da vacina da GSK] numa tese de mestrado e esperar passar o curso”, disse Shaw, chamando ao folheto um “documento chocante”.
Shaw disse que o documento carece de informação básica. Como por exemplo, não haver qualquer informação quanto à segurança em determinados grupos de pessoas como mulheres grávidas, pessoas de idade superior a 60 anos, crianças entre os 10-17 anos e crianças com menos de 3 anos. Para crianças entre os 3-9 anos, há apenas informação muito limitada.
“Onde é que está a informação sobre a segurança que o governo usou para regularizar a vacina?” – perguntou Shaw.

continuando pode ler-se…

Mas Shaw tem preocupações sobre os testes que a companhia [GSK] fez para a vacina H5N1. O folheto do producto mensiona estudos em que a companhia vacinou ratos prenhos. E descobriu “uma grande incidência de malformações fetais” e “maturação neurocomportamental retardada”. Um outro estudo não revelou os mesmo resultados.

A notícia é bastante boa e continua com a análise do Dr. Shaw e do Dr. Sucharit Bhakdi que é professor de microbiologia médica na Universidade de Johannes Gutenberg na Alemanha.
Seguem abaixo algumas traduções da notícia. Sempre quis manter este blog o mais em Português possível. Neste caso como a notícia é bem grande e como devem perceber traduzir a notícia á mão é bastante penoso, vou usar o tradutor do Google para o efeito. É provável que o Português saia um pouco torcido mas penso que dará para vocês o destorcerem. Para quem perceber o inglês é sempre aconselhável ler a notícia original acima linkada.

GlaxoSmithKline diz que o adjuvante foi testado em 45.000 pessoas no mundo e que os ensaios clínicos estão sendo feitos em crianças. Em um e-mail, Melanie Spoore porta-voz disse que a companhia está a planear 25 testes de suas várias vacinas contra H1N1 antes de novembro de 2010.

Entretanto o povo contínua a ser injectado com a vacina. Talvez alguns destes testes a ser levados a cabo até 2010 sejam representados pelo próprio povo.

O folheto também menciona um estudo sobre os furões. Os animais receberam adjuvante e nonadjuvanted vacinas contra o H5N1 e, em seguida, exposto à gripe. Os ferrets que receberam a vacina com adjuvante foram protegidas pela vacina. Mas aqueles que receberam a vacina nonadjuvanted todos morreram.

Para bem o para mal, não sei, às grávidas em Espanha está a ser administrada a vacina sem o adjuvante.

O que não se ouve frequentemente é que a vacina com adjuvante causou efeitos colaterais dramaticamente mais do que a versão nonadjuvanted. Noventa por cento dos 62 indivíduos relataram dor (versus 37 por cento de 62 pessoas para a vacina nonadjuvanted), 34 por cento tiveram a dor muscular (comparado com 8 por cento com o tiro nonadjuvanted), e 14 por cento experimentaram uma dor de cabeça (em oposição a 8 por cento para o tiro nonadjuvanted), de acordo com o produto em folha de informação.

Embora essas reações são menores, o folheto diz também que quatro das 253 pessoas estudadas experiente “reações adversas graves”. Três dos quatro foram consideradas não estar relacionado com a vacina, mas um caso de hipersensibilidade (que pode significar qualquer coisa, desde uma reação alérgica à doença auto-imune) foi determinado “a ser relacionadas com a vacinação”.

Que a reação de um grave pode não parecer muito, mas ele realmente se traduz em uma taxa de 395 casos por 100.000 pessoas. Isso é mais do que 50 vezes a taxa de hospitalização devido a H1N1 em si: 7,3 por 100.000 canadenses.

Falando por telefone de seu escritório, Bhakdi citou a taxa mais elevada de problemas do coração, quando 1,4 milhões E.U. soldados foram vacinados contra a varíola, antes da guerra do Iraque em 2003.

Os soldados que receberam a vacina tinham quase 7,5 vezes a taxa de inflamação do coração do pessoal não vacinados, de acordo com um estudo realizado por pesquisadores médicos E.U. militar em 2004 no American Journal of Epidemiology.

“Unexpected efeitos adversos graves, portanto, pode seguir na esteira de um programa de vacinação em geral”, papel Bhakdi disse.

No entanto, as autoridades de saúde e os médicos estão pedindo que as pessoas com problemas de coração para receber a vacina H1N1 em uma base de prioridade e não parecem ser monitorá-los para os riscos eventualmente elevado, disse ele.

Um dos melhores exemplos envolve um ingrediente controverso presentes na vacina H1N1: timerosal. Timerosal é uma forma de mercúrio usado em algumas vacinas como conservante. As farmacêuticas concordaram em eliminá-los da maioria das vacinas após o E.U. Food and Drug Administration encontrados em 1999 que os níveis de mercúrio em crianças que tinham obtido vários tiros frequentemente excedidos os níveis de segurança estabelecidos pela Environmental Protection Agency (EPA). No entanto, o timerosal ainda continua em muitas vacinas da gripe.

A controvérsia vem sendo travada há anos sobre se deve ou não timerosal está por trás crescentes taxas de autismo infantil. Enquanto o debate continua, um estudo de 2008 no jornal britânico toxicológica e Química Ambiental descobriu que os rapazes receberam uma vacina contendo timerosal foram nove vezes mais propensos a ter problemas de desenvolvimento do que os meninos não vacinadas.

A Agência de Saúde Pública do Canadá, diz em seu site que o timerosal é segura e que o montante da vacina H1N1 está abaixo do limite de Saúde do Canadá segurança diária definida para o mercúrio. “Não há mercúrio significativamente menos na vacina do que você encontraria em uma lata de atum”, afirma o site.

Na verdade, a quantidade de mercúrio na vacina nonadjuvanted H1N1 na verdade, não exceder o nível de segurança diária para mulheres grávidas. Saúde do Canadá estabeleceu o nível de segurança alimentar de mercúrio para gestantes de 0,2 microgramas (milionésimos de grama) por quilo de peso corporal. A vacina nonadjuvanted H1N1 contém 25 microgramas de mercúrio.

Matemática simples nos diz uma mulher canadense média grávida pesando 80 kg no prazo recebe cerca de 56 por cento mais do que o nível diário seguro de mercúrio quando administrada uma dose da vacina nonadjuvanted. Normas mais rigorosas pela EPA, essa mesma dose tripla é realmente o seu nível diário de segurança.

Além do mais, observa Shaw, os níveis de segurança diárias foram estabelecidos para o consumo de mercúrio nos alimentos, não para a injeção diretamente no corpo. Injetar uma neurotoxina como o mercúrio tem muito mais impacto do que comer, ele disse.

Squalene é outro componente controversa da vacina contra a gripe suína. É um óleo encontrado no fígado dos animais e é utilizado como adjuvante em vacinas e também como um hidratante em produtos cosméticos. É principalmente obtido a partir de fígados de tubarão, um fato que irritou grupos conservacionistas preocupado as populações de tubarões ameaçadas de extinção. Algumas empresas, como Unilever e L’Oréal, concordaram em parar de usar esqualeno em produtos cosméticos.

Tem sido debatida há anos sobre esqualeno é ou não responsável pela síndrome da Guerra do Golfo. A maioria das pesquisas sugere que não é o caso, mas nos últimos anos muito mais evidência sólida encontrou esqualeno pode causar doenças auto-imunes, como lúpus e artrite reumatóide em animais.

Ainda outras questões têm sido levantadas sobre polissorbato 80, outro componente do adjuvante vacina H1N1. Estudos constataram que pode causar graves reações alérgicas e hipersensibilidade.

No final, podemos apenas ter uma boa imagem dos efeitos colaterais da vacina da gripe suína tempo depois seguiu seu curso. Então, novamente, com sistema de monitoramento do Canadá relaxado para efeitos secundários, nós podemos nunca saber o que era pior.

26 Responses to o que está na tua vacina do H1N1?

  1. jmct diz:

    ainda relacionado com o assunto na Ucrânia e para contrapor um pouco a falta de cobertura por parte dos media que este assunto tem sofrido.

    http://opiniaoenoticia.com.br/internacional/europa/mais-de-um-milhao-afetados-por-virus-%E2%80%98pior-que-a-gripe-a%E2%80%99/

  2. NcnM diz:

    Boas, este site é muito bom e é uma contribuição brutal. Parabéns pelo trabalho.

    Uma dica para traduzir textos que descobri recentemente e parece ser bom: http://tradukka.com/

    Abraço

  3. jmct diz:

    Boas,

    Vocês notaram como dum momento para outro, depois da polémica das mortes dos fetos, as notícias sobre o H1N1 desapareceram dos jornais? Antes via-se imensas.. agora nunca mais vi nada…

    se calhar sou eu que não estou a procurar bem..

    mais informações sobre o que se passa na Ucrânia?

  4. Rosaria diz:

    Ola sou téc de enfermagem na minha cidade e tive que tomar a vacina h1n1, pois me disseram que se eu nao tomasse e se pegasse a gripe o hospital nao se responsabilizaria por mim, se tiver que dar algum efeito quanto tempo depois? Tomei no dia 11/03/2010. Estou preocupada pois tenho lupus eritematose sistemico.

  5. francisco diz:

    É a velha política do medo novamente,primeiro o terrorismo agora o H1N1.

  6. Olá meu nome é Gabrielle Freitas, sou Contadora,ainda não tomei a dose e estou curiosa e gostaria de saber quais os componentes da vacina PANDEMRIX contra o vírus influeza A H1N1.

  7. francisco diz:

    Oi Gabriele,os componentes são segredo da empresa e mesmo que não fosse nunca diriam pro público, o que sei que contém mecúrio e aluminio como várias vacinas mas não sei a quantidade disso , sou tec enfermagem meus colegas tomaram e tiveram várias reações como;tosse persistente,dor forte no local,gripe,afta,herpes até diarréia.
    Conversei com um médico amigo meu que é um grande cardiologista a nível nacional e o mesmo disse que não recomenda pra ninguém essa vacina, e que nós estamos sendo cobaias,outra colega enfermeira auditora da ANVISA falou a mesma coisa pra não tomar.
    Acredito que vitamina C e D pra aumentar a imunidade resolve.

    Abraço.

  8. francisco diz:

    Oi Rosaria,pelo que vi aqui com minhas colegas os sintomas acontecem um dia depois da vacina,com dores no local,tosse,gripe,herpes,afta,cansaço até diarréia mas teve colegas que não tiveram reação alguma tudo norma como outra vacina,mas acho que tem que ficar de olho com reações diferentes ou doenças inesperadas pro resto da vida tipo uma esterilização ou câncer no futuro. só “Deus” sabe o que pode vir a desenvolver no futuro ou como os metais pesados em sua composição .

  9. francisco diz:

    É jmct encheram nosso subconsciente de medo pra depois vir com essa vacina.

  10. jmct diz:

    e umas boas horas de repouso também🙂

    bons comentários, sejam bem vindos.

    Agora parece que já não se fala mais do vírus nem da vacina na televisão. Será que o vírus já passou completamente?! Os milhões já passaram sejam como for…

    Abraços

  11. Nino Rançoso diz:

    Mais informações sobre a vitamina D. (Blog: A Nova Ordem Mundial)

    Times Online: Vitamina D é Melhor que Vacinas na Prevenção da Gripe
    http://www.anovaordemmundial.com/2010/03/times-online-vitamina-d-e-melhor-que.html

  12. Aloisio Barbosa diz:

    Tomei a vacina H1N1 por ter hepatite B no dia 24/03/2010. Estou sentindo muitas dores pelo corpo e nas artiliações dos membros inferiores e superiores. Gostaria de saber se isso é uma reação normal do efeito colateral da vacina. Trabalho direto com o público e fico muito exposto. Por gentileza me respondam o mais urgente possível.
    Atenciosamente
    Aloisio José Barbosa
    Belo Horizonte-MG

  13. Max diz:

    Interessante a formulação da vacina contra a gripe A.

    Sempre soube que o mercúrio é um metal, e como tal é cumulativo no organismo humano, ou seja, não é absorvido nem eliminado, como pode ser remédio então?

    Quanto aos efeitos colaterais vários vídeos no youtube podem ser visto, dos canais norte-americanos.

    Por livre opção hoje não me vacinaria do H1N1, até mesmo porque tive contato com o vírus no ano passado e não passou de uma gripe forte.

    Abraço a todos…

  14. francisco diz:

    Oi aloisio,até entAo é normal só fica de olho persistir por muitos dias tipo mais de uma semana daí vai procurar um médico,bebe bastante água e tenta repousar.

    melhoras.

  15. francisco diz:

    Pois é Max , fico pensando o que um metal pesado pode fazer ao longo prazo.

  16. elizabeth diz:

    tomei a vacina, minha filha e meu sobrinho, cada um teve uma reação diferente, o corpo e o local da vacina ficaram doloridos, mais ou menos 24 horas, qunato ao mercurio, pesquisei na internet e todas as vacinas triplices utilizam o metal, por exemplo src (sarampo, caxumba e catapora), portanto nada de excepcional, o que mais me surpreende é estas atitudes contra a vacinação, parecem seres pre-historicos, e o pior influenciam muitos~, vacinei como sempre fui me vacino desde criança e recomendo.

  17. Maria diz:

    Pois é Elizabeth, também acho um absurdo essa afirmações, quer dizer então que o melhor é esperarmos que o vírus venha nos “atacar”, pra poder ficarmos imunes?? sinceramente é muita idiotice e muita falta de maturidade, também tomei a vacina não me arrependo de modo algum e não tive nenhum tipo de reação a não ser dor local, pra ter câncer não é necessário ter os componentes da vacina correndo pela nossa corrente sanguínea, quer dizer quem um ser humano, agora viu DEUS, pra dizer o que iremos ter ou não no futuro, ah gente tenham dó né? vamos aprender a ser mais esclarecidos e deixar de acreditar em tudo que corre pela internet.

  18. Maria diz:

    Pois é Elizabeth, também acho um absurdo essa afirmações, quer dizer então que o melhor é esperarmos que o vírus venha nos “atacar”, pra poder ficarmos imunes?? sinceramente é muita idiotice e muita falta de maturidade, também tomei a vacina não me arrependo de modo algum e não tive nenhum tipo de reação a não ser dor local, pra ter câncer não é necessário ter os componentes da vacina correndo pela nossa corrente sanguínea, quer dizer quem um ser humano, agora virouu DEUS, pra dizer o que iremos ter ou não no futuro, ah gente tenham dó né? vamos aprender a ser mais esclarecidos e deixar de acreditar em tudo que corre pela internet.

  19. Adriana G Daquer diz:

    Tomei a vacina e fiquei com tanta dor, em toda a musculatura do lado esquerdo do corpo. Tosse persistente (coceira nos pulmões),dor forte no local, herpes e diarréia

  20. francisco diz:

    Olá pessoal,idiotice é acreditar em tudo que a TV diz pra fazer,imaturidade é não peceber que essa gripe foi criada para vender vacinas, assim como inumeras doenças são criadas para vender remédio , não é a toa que a industria que mais lucra no mundo é a farmacêutica,o que estranho é porque a empresa que fabrica a vacina tem imunidade judicial e saber que antes da gripe ela estava quase falindo,existem muitos médicos de renome mundial questinando sobre a eficiência dessa vacina que é apenas um teste,outra coisa a gripe comun mata dez vezes mais e nunca foi considerada pandemia mundial eu não tomei e não recomendo, a melhor cura ainda é a prevenção então alimente-se corretamente e não precisará ficar com medo e se submeter a essa máfia manipuladora .

  21. jmct diz:

    Ola Elizabeth,

    Podias indicar-nos a fonte onde verificaste o uso do Mercúrio nas outras vacinas “mais comuns”?

    Eh realmente bastante importante esse informação. A nível biológico não há nada que requeira o uso do mercúrio nas vacinas. E o mercúrio é sem dúvida ultra tóxico para o Ser Humano.

    Obrigado

  22. jmct diz:

    Aqui em Portugal já mal se fala na vacina. Mas pelo que vejo aì no Brasil as coisas estão a passar-se de um modo um bocado diferente.

  23. Aloisio Barbosa diz:

    Obrigado pela atenção Francisco, realmente o efeito colateral durou somente 48 horas. Depois não tive mas nada. O importante é que todos deveriam se imunizar,pois é melhor prevenir do que remediar.

  24. HENRIQUE diz:

    Quanto ao Mercúrio utilizado na vacina, é o “Mercúrio Etílico” que é eliminado pelo organismo em pouco tempo, o mercúrio que não pode ser eliminado é o “Mercúrio Metílico”.

  25. RODRIGO diz:

    Mensagem: ESSA VACINA SEQUELOU MINHA ESPOSA O QUE HOJE ACREDITO DOS MALES O MENOR POIS PODERIAMOS TER PERDIDO ELA GRAÇAS A ESTA MALDITA VACINA “COMERCIAL” E AO MINISTÉRIO DA SAÚDE QUE MESMO TENDO UMA PAGINA NA NET COM EVENTOS ADVERSOS PÓS VACINA H1N1 UMA LISTA ENORMA OS OMITIO E GASTOU MUITO EM MIDIA INCENTIVANDO A POPULAÇÃO A TOMAR A REFERIDA VACINA QUE A MESMA SÓ TERIA RARAMENTE EFEITOS LEVES POIS ESTA QUASE TIROU A VIDA DE MINHA ESPOSA QUE ESTEVE EM UMA (UTI) ONDE TODOS EXAMES PARA OUTRAS DOENÇAS NEGATIVADOS E O LIQUOR DE MEDULA VEIO A COMPROVAR A SUSPEITA DO NEUROLOGISTA E ATÉ HOJE PASSAMOS POR DIFICULDADES FINANCEIRAS E TEMOS QUE IR AO HOSPÍTAL TODOS DIAS PARA FAZER FISIOTERAPIA E A RESPÓSTA FOI MELHOR E EU CORRI POR FORA PARA CONSEGUIR A IMUNOGLOBULINA HUMANA ENQUANTO ELA ESTAVA NA (UTI) ESTE É UM VIDEO DELA!!! http://www.youtube.com/watch?v=JsySHqPsDuU

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: