Perguntas Difíceis para os Crentes?

Clicar para ampliar:

“Aqui está um pouco de matemática para vocês

Deus é infinito, sim?

Nós somos uma fracção de Deus, não somos?

E uma fracção de infinidade é infinidade, não é?

Devemos ser todos deuses então.” – Anónimo

“There are two ways of responding to mystery. The scientist’s way is to see it as a challenge, something they’ve got to work on, we’re really going to try to crack it. But there are others who revel in mystery, who think we were not meant to understand. There’s something sacred about mystery that positively should not be tackled. Now, suppose science does have limits. What is the value in giving the label “religion” to those limits? If you simply want to define religion as the bits outside of what science can explain, then we’re not really arguing. We’re simply using a word, “God,” for that which science can’t explain. I don’t have a problem with that. I do have a problem with saying God is a supernatural, creative, intelligent being. It’s simple confusion to say science can’t explain certain things; therefore, we have to be religious. To equate that kind of religiousness with belief in a personal, intelligent being, that’s confusion. And it’s pernicious confusion.” – Anonónimo

“Cells have no will to live. They usually kill themselves after a while.
Organisms adapt because their reproduction process isn’t perfect. It isn’t perfect because those that can’t adapt die. They die for the same reasons rocks roll down hills.” – Anonónimo

“a. the big bang theory doesn’t say something came from nothing, it says something came from something else that was very small and incredibly dense, so you can take your divide by 0 analogy and shove it.
b. where are you getting that infinity does not exist by logic? Infinity as a concept exists, but infinity in nature does not – we just say the universe is virtually infinite because it is literally so big that to properly envision its entirety would be impossible.” – Anonónimo

“Religion is regarded by the common people as true, by the wise man as false, and by rulers as useful.” – Anonónimo

“There’s never been a verifiable supernatural event in the history of mankind.” – Anonónimo

“Empirical proof of the existence of God would not only render Faith obsolete, it would make it impossible to have. The point of Faith is Belief, not empirical knowledge. And if you Know, you cannot Believe.”- Anonónimo

“Actually, it is entirely possible for life to have been created through a series of biochemical reactions, admittedly extremely rare ones that require some very rare circumstances. The fact is though, that since the universe is virtually infinite, there are a virtually infinite number of chances for these reactions to occur, and we happen to be one of them. Therefore, it is also entirely possible that there is some form of other life somewhere else in the universe, but the chances of us ever making any sort of contact with them is pretty much 0%.” – Anonónimo

“For me, something would qualify as god if it were omniscient, omnibenevolent, and the creator. No omnipotence, thats an impossibility. Now, the way I see it, there are just too many bad things in this world that we see every day for me to believe that such a god exists. If it can create the universe, surely it has the power to at least make sure that there aren’t starving children, women being raped, etc. If it’s omniscient, it obviously knows that these things are going on, and omnibenelovence would compel it to intervene. Yet these things continue to happen, and as a result, any higher being does not fit my definition of god.”- Anonónimo

“If someone proved to me the christian god described in the bible existed, I still wouldn’t worship him. That character is one of the biggest assholes ever made up. For example he kills of 40 young boys for making fun of a bold guy. Fantastic role model you have there.”- Anonónimo

Sobre Roger Marques
Passionate gamer, curious scientist, novice surfer, lvl 3 martial artist, also a budding game designer.

24 Responses to Perguntas Difíceis para os Crentes?

  1. Mats diz:

    Nossa, será que oa argumentos ateus não sofrem actualizações?

    Nós não somos “uma fracção de Deus”. Onde é que viram tamanho absurdo? Nós somos CRIATURAS de Deus, distintas Dele em termos de Natureza, mas semelhantes a Ele em muitos aspectos (capacidade cognitiva, capacidade de relacionamento profundo, capacidade moral, etc).

    Isto são coisas que se aprendem bem cedo na catequese ou na escola dominical. Como é possível ainda haverem ateus que façam erros tão crassos?

    Faz-me lembrar o amigo ateu que afirmou que Deus criou em 7 dias e descançou no oitavo dia!

    Se voces querem que os cristãos levem os vossos pontos com alguma seriedade, ao menos (ao menos!) façam um esforço para entender o que nós defendemos. Do mesmo modo, quando eu quero que os ateus me levem a serio, eu tento entender o que os ateus acreditam.

  2. rpfm diz:

    Se há coisa que precisa de sofrer actualizações é a bíblia. Por exemplo o êxodo 20 era um bom lugar para começar.

    Nós não somos “uma fracção de Deus”. Onde é que viram tamanho absurdo? Nós somos CRIATURAS de Deus, distintas Dele em termos de Natureza, mas semelhantes a Ele em muitos aspectos (capacidade cognitiva, capacidade de relacionamento profundo, capacidade moral, etc).

    Isso é o melhor que consegues fazer?

    Põe agora o teu raciocínio por passos para mostrar como chegaste a essa brilhante conclusão.

    OK suponhamos que “refutaste” a opinião de um destes anónimos.

    “Refutaste” uma gota no oceano.
    Tens um mar por “refutar”.

    Faz-me lembrar o amigo ateu que afirmou que Deus criou em 7 dias e descançou no oitavo dia!

    Já para não falar na cobra falante e na maçã do conhecimento, na arka de noé cheia de esterco produzido pela quantidade colossal de animais terrestres a bordo, nas irmãs de lot oferecidas para serem violadas no lugar do mensageiro, etc. Makes perfect sense.

    Eu também tive catequese. Mas isso não quer dizer que eu acredite piamente em tudo o que me disseram lá. Afinal, quem me ensinou lá não era autoridade nenhuma. Era apenas uma pessoa mais velha que nós e a idade não é um posto.
    Tenho gozo em citar essas pérolas proferidas por anónimos, já que demonstram-se que envolveram raciocínio e não respostas puramente emocionais.

    Eu questiono a catequese tal como questiono o que aprendi na escola normal.
    A evolução sobreviveu facilmente a esse escrutínio.
    O criacionismo não teve hipótese face à escala colossal de evidência que existe disprovando-a e que os criacionistas recusam-se a considerar. Antes mesmo de ter aprendido evolução no 8º ano já eu não acreditava no criacionismo.
    Porquê?
    Já tinha tomado iniciativa de estudar por mim próprio o evolucionismo antes de ter aprendido na escola.
    É a vantagem de estudar enciclopédias em vez de ouvir sermões bíblicos criteriosamente escolhidos deixando a merda que lá está por ler e apenas lendo aquilo que parece aceitável.

    Como o outro disse:
    Se tiveres um monte de esterco misturado com chocolate, vais comer aquilo por causa do chocolate?

    VocÊs têm um elefante na sala de estar sem darem por ela.

  3. Mats diz:

    Se há coisa que precisa de sofrer actualizações é a bíblia. Por exemplo o êxodo 20 era um bom lugar para começar.

    Não há necessidade.

    Nós não somos “uma fracção de Deus”. Onde é que viram tamanho absurdo? Nós somos CRIATURAS de Deus, distintas Dele em termos de Natureza, mas semelhantes a Ele em muitos aspectos (capacidade cognitiva, capacidade de relacionamento profundo, capacidade moral, etc).

    Isso é o melhor que consegues fazer?

    Põe agora o teu raciocínio por passos para mostrar como chegaste a essa brilhante conclusão.

    Revelação Divina, evidências científicas e muitas outras coisas.
    O que fica do teu post é a quantidade de “anónimos” que proferiu “ensinamentos” como os de cima.

    Mas também, a julgar pelas coisas que foram ditas, eu também não gostaria de ver o meu nome associado a tamanhos absurdos.🙂

  4. Mats diz:

    OK suponhamos que “refutaste” a opinião de um destes anónimos. “Refutaste” uma gota no oceano. Tens um mar por “refutar”.

    E eu não tenho mais nada a fazer na vida que corrigir os erros de “anónimos”, erros esses que seriam esclarecidos com duas ou três aulas de catequese?
    Se vocês não se esforçam para saberem o básico do que acreditamos, quem é que me garante que as refutações vão servir de alguma coisa?

    Faz-me lembrar o amigo ateu que afirmou que Deus criou em 7 dias e descançou no oitavo dia!

    Já para não falar na cobra falante e na maçã do conhecimento, na arka de noé cheia de esterco produzido pela quantidade colossal de animais terrestres a bordo, nas irmãs de lot oferecidas para serem violadas no lugar do mensageiro, etc. Makes perfect sense.

    Não invalida que o ateu que disse a barbaridade mencionada em cima demonstra falta de conhecimento básico do cristianismo. Repito, isto são coisas superficiais quer no que toca ao cristianismo, bem ao criacionismo Bíblico.

    Eu também tive catequese. Mas isso não quer dizer que eu acredite piamente em tudo o que me disseram lá.

    Mas eu também não dsugeri que se acreditasse, mas sim que se SOUBESSE o que foi dito lá.Quando alguém me diz que nós acreditamos que os humanos são “uma fracção de Deus”, ou que “deus criou em 7 dias”, isso demonstra falta de conhecimento do que se está a falar. Desculpa se soa condescendente, mas é a pura e honesta verdade.

    Tenho gozo em citar essas pérolas proferidas por anónimos, já que demonstram-se que envolveram raciocínio e não respostas puramente emocionais.

    Sim, a primeira palavra que me vem a cabeça quando leio o que os “anónimos” escreveram é “pérola”. Ou será ostra? Faço sempre confusão.

    A evolução sobreviveu facilmente a esse escrutínio.

    Então não sobreviveu? Sobreviveu tanto que a única forma de mantê-la com tempo de antena exclusivo nas escolas públicas é censurar os cientistas que a criticam.

    http://darwinismo.wordpress.com/2009/05/03/teoria-cientifica-teme-escrutinio-cientifico/

    Isso verdadeiramente demonstra “sobrevivência”.

  5. rpfm diz:

    “Revelação Divina”
    Não se classifica como evidência. Isso é algo pessoal, quem “tem” não tem nada que impor aos outros. Não é verificável.

    “Então não sobreviveu? Sobreviveu tanto que a única forma de mantê-la com tempo de antena exclusivo nas escolas públicas é censurar os cientistas que a criticam.”

    Os cientistas que criticaram o lamarckismo deram origem ao darwinismo, os cientistas que criticaram o darwinismo deram origem ao neodarwinismo, os cientistas que hoje criticam as falhas do neodarwinismo (que as há) irão criar uma versão mais actualizada da teoria que descreve a evolução.

    A Evolução é um facto.

    Definição biológica da evolução:
    Alteração da frequência alélica dentro de uma população ao longo do tempo.

    Consegues talvez indicar erros da teoria actual, (o problema é que a tua intenção é regredirmos à crença que a evolução não ocorre) mas eu gostava de te ver dizer que a frequência alélica nunca se altera.

  6. jmct diz:

    Antes de mais Mats,

    Os ateus não acreditam em nada. Ou pelo menos não deviam.

    eu não acredito na evolução. Tenho a evolução como explicação para o surgimento das espécies. Acreditar significa aceitar sem provas, gerando uma crença. Eu não acredito em nada, ou tento acreditar em muito pouca coisa. Vivo tentando perceber o que me rodeia e guardo isso apenas até ser refutado.

    Mats, sabes que existem outros evangelhos que não foram colocados na bíblia, certo? Sabes que existem evangelhos que sugerem que Jesus teve práticas homosexuais. Existem carradas de outros evangelhos que foram excluídos da Bíblia.

    Não sei se gostas de ler livros, se te interessares procura este: “Os Mistérios de Jesus: Seria Jesus um Deus Pagão?”

    Penso que a todos os níveis, sociais, religiosos, científicos e filosóficos, o mal da nossa consciência actual é desconhecermos completamente o passado. Mergulhámos o passado nas sombras e agora tentamos sobreviver assim, isso claro gera confusão.

    Abraços.

  7. Mats diz:

    “Revelação Divina”
    Não se classifica como evidência. Isso é algo pessoal, quem “tem” não tem nada que impor aos outros. Não é verificável.

    MAs quem falou em “impor” aos outros? Tu perguntas-te “Põe agora o teu raciocínio por passos para mostrar como chegaste a essa brilhante conclusão”.
    Eu digo que cheguei a essa conclusão porque Deus falou comigo através da criação, da ciência e principalmente, através da Sua Palavra, a Bíblia. Agora, tu podes rejeitar os dados da ciência, a sofisticação da criação e a Palavra de Deus, mas não podes dizer que isso não é suficientemente para mim. Pode não ser para ti, mas para mim é, e isso é que foi a tua pergunta.

    “Então não sobreviveu? Sobreviveu tanto que a única forma de mantê-la com tempo de antena exclusivo nas escolas públicas é censurar os cientistas que a criticam.”

    Os cientistas que criticaram o lamarckismo deram origem ao darwinismo, os cientistas que criticaram o darwinismo deram origem ao neodarwinismo, os cientistas que hoje criticam as falhas do neodarwinismo (que as há) irão criar uma versão mais actualizada da teoria que descreve a evolução.

    Ou então refutar a teoria da evolução.

    A Evolução é um facto.

    Para quem acredita nela, sim.

    Definição biológica da evolução:
    Alteração da frequência alélica dentro de uma população ao longo do tempo.

    Já existia um termo para descrever esse fenómeno. Chama-se de variação. O problema é que 1) todos os cientistas acreditam na variação genética, 2) variação não é evolução 3) variação não é evidência exclusiva para a teoria da evolução.

    Consegues talvez indicar erros da teoria actual, (o problema é que a tua intenção é regredirmos à crença que a evolução não ocorre) mas eu gostava de te ver dizer que a frequência alélica nunca se altera.

    Strawman. Nenhum cientista criacionista diz que a frequência alélica não varia. O que eles dizem é que as variações documentadas pela ciência são evolutivamente irrelevantes.
    Repara no que o cientista não-criacionista Pierra Grassé, cujo conhecimento do mundo biológicl era enciclopédico, diz:

    “Some contemporary biologists, as soon as they observe a mutation, talk about evolution. They are implicitly supporting the following syllogism: mutations are the only evolutionary variations, all living beings undergo mutations, therefore all living beings evolve.

    Grasse diz ainda:

    Grassé regards the “unceasing mutations” to be “merely hereditary fluctuations around a median position; a swing to the right, a swing to the left, but no final evolutionary effect.

    Alterações na frequência alélica acontecem, mas, tal como o evolutionista Pierre Grasse diz, são irrelevantes em termos da evolução em grande escala.

    eu não acredito na evolução. Tenho a evolução como explicação para o surgimento das espécies.

    Se é assim, eu posso dizer: eu não acredito da criação: tenho-a como a explicação para o surgimento das espécies.

    Mats, sabes que existem outros evangelhos que não foram colocados na bíblia, certo?

    Sei que há pessoas que afirmam que há outros evangelhos que não foram colocados na Bíblia. Todos eles pelos vistos não sabem que em História, nós apoia-mo-nos nas fontes que estão mais próximas do evento em questão. Aquilo que os gnósticos escreveram nos séculos 2 ou 3, revela o que eles pensavam, mas é irrelevante para o Cristianismo que já existia e prosperava então.

    Existem carradas de outros evangelhos que foram excluídos da Bíblia.

    Não foram incluídos porque os cristãos sabiam quem os tinha escrito, e sabiam que não eram inspirados.

    Não sei se gostas de ler livros, se te interessares procura este: “Os Mistérios de Jesus: Seria Jesus um Deus Pagão?”

    Oh, ainda há pessoas que invistam tempo em algo que os historiadores sérios já descartaram há muito?

  8. Mats diz:

    Referências para as citações do Grasse:

    http://www.veritas-ucsb.org/library/origins/quotes/mutations.html

    Por favor, leiam o que ele diz lá.

  9. rpfm diz:

    E acreditas piamente no Grasse?

    Deves ser muito ingénuo tu.

    És tão desconfiado para umas coisas mas depois acreditas letra por letra num gajo só porque ele suporta a tua agenda.

  10. rpfm diz:

    O problema é que variação é um termo demasiado abrangente.

    Tens variação em muitas áreas desde matemática, engenharias, música, etc.

    Tu estás com problemas por causa da carga emocional que TU próprio tens sobre essa palavra que se escreve “evolução”.

    Semântica

    Se não és burro suficiente para descartar o facto de a frequência alélica VARIAR.
    Só tens de saber a estatística para saber se é significativo ou não.

    O problema Mats é que tu partes do princípio que a evolução é falsa.
    Quando eu comecei isto, parti do principio que podia ser qualquer uma das duas. Até agora a evidência é esmagadora na direcção da evolução. Só alguém completamente ignorante ou com uma agenda pode discordar.

    Que eu saiba não olhaste para a quantidade de genes que podem variar num vírus para ele se tornar mais virulento.

    Basta uma mutação para uma proteína se dobrar diferentemente. Se essas mutações ocorrerem nos genes HOX tens formas corporais totalmente diferentes.

    Já jogaste Spore? Devias para te entreteres já que não tens paciência para olhar para os dados que os ciêntistas obtêm a trabalhar muitas vezes bem mais do que 8 horas por dia. Porquê porque adoram descobrir coisas novas e odeiam presumir que já temos tudo.

    Do lobo para o cão – Evolução
    Do australopitecos para o homem – Evolução
    Do archaeopterix para as aves actuais – Evolução

  11. Mats diz:

    O problema é que variação é um termo demasiado abrangente.

    Mas é bem perceptível ao nível biológico. As formas de vida variam dentro dum certo limite, e essas variações (As benéficas) podem ser preservadas pela selecção natural. Isto é observado, e desde logo é científico. Não estamos a falar de evolução mas de variação.

    Tu estás com problemas por causa da carga emocional que TU próprio tens sobre essa palavra que se escreve “evolução”.

    Se tu o dizes.

    O problema Mats é que tu partes do princípio que a evolução é falsa.

    Toda a gente parte de um princípio, e como tal esta tua declaração é irrelevante.
    Estás a cometer o argumento chamado de “falácia genética”. Tu assumes que os meus motivos devem de alguma forma anular o que eu digo contra a teoria da evolução. Isso é ilógico. Mesmo que eu tivessse os motivos mais funestos do mundo, como usei argumentos lógicos e científicos para refutar a teoria, tu tens que te restringir àquilo que eu digo, e não àquilo que tu assumes que são as minhas motivações. Repara que não estou a dizer que estás errado em relação às minhas motivações, mas sim que são irrelevantes.

    Que eu saiba não olhaste para a quantidade de genes que podem variar num vírus para ele se tornar mais virulento.

    Tal como o evolucionista e eminente cientista Pierre Grasse afirmou, essas variações são evolutivamente irrelevantes.

  12. Mats diz:

    Mostrei-te a citação do Grassé para que se veja que o que estou a dizer não é uma cabala criacionista, mas sim algo que muitos evolucionistas honestos admitem.

  13. rpfm diz:

    “Mas é bem perceptível ao nível biológico. As formas de vida variam dentro dum certo limite, e essas variações (As benéficas) podem ser preservadas pela selecção natural. Isto é observado, e desde logo é científico. Não estamos a falar de evolução mas de variação.”

    Variações preservadas pela selecção natural têm facilmente tendências. Existem muito facilmente situações em que a variação preservada causa modificações de forma e função que são significativas até em poucas gerações.

    Considera as corridas às armas nos organismos que têm relações de predação ou parasitismo.

    Considera os genes HOX que te podem fazer nascer sem mãos só com uma mutação num único gene.

  14. jmct diz:

    Nem toda a gente parte dum princípio Mats.

    O que o Rogério disse é verdade. Deve-se partir para a descoberta sem qualquer posição inicial, apenas vamos ver como a natureza é.

    Eu não conheço muito, mas se vocês cristãos e criacionistas soubessem algo de matemática iriam ver que não é na evolução que o vosso Deus poderá residir, mas talvez nas equações matemáticas.

    Penso que o facto das pessoas querem ter sido criadas por Deus é o facto de querem ser especiais. Tenta ser especial por ti e deixa lá o velho da mão pá😀

  15. Mats diz:

    Se eu não fui criado por Deus, e feito à Sua Imagem, toda e qualquer “especialidade” que eu veja em mim é auto-atribuída. Ou seja, é arrogância e presunção.

  16. rpfm diz:

    Se vires qualidades em ti que de facto são inexistente, isso é de facto “arrogância e presunção.”

    O velho, pode tanto querer saber de ti como pode nem se importar. Há até o cenário de nem existir.

    Vais ter de fazer a tua vida à mesma independentemente disso, pois ainda não o descobrimos, caracterizámos ou provámos a sua inexistência.

    Até lá vai aguentando o suspense.

  17. jmct diz:

    bom ponto Roger,

    Imagina Mats que nós somos uma espécie de efeito secundário da criação de Deus, e agora onde está a especialidade?

    Disses que preferias ir para o céu mesmo que todas as pessoas que gostasses fossem para o Inferno, foste feito à imagem de deus, és especial porque ele te criou… então e o que é que isso contribui para a sociedade e para a tua calma espiritual?

    Btw, tens a certza que vais para o céu Mats? Então e se fores parar ao Inferno, como é? Na volta até gostavas de ter sido Ateu para não teres de passar por isso han?!😛

  18. Mats diz:

    O velho, pode tanto querer saber de ti como pode nem se importar. Há até o cenário de nem existir.

    Se por “velho” queres dizer Deus, nós sabemos que Ele se importa porque Ele teve o cuidado de nos revelar isso. Afinal, não diz João 3:16 “porque Deus amou o mundo de tal forma que deu o Seu Filho para que todo aquele que nEle creia não pereça, mas tenha a vida eterna” ?

    Vais ter de fazer a tua vida à mesma independentemente disso, pois ainda não o descobrimos, caracterizámos ou provámos a sua inexistência.

    Queres dizer, tu não descobriste. Eu já descobri, e estou contente por Ele me ter feito um dos Seus milhões de filhos espirituais.

    Repito o que disse em cima, se Deus não existe, cada um faz para si o seu próprio valor, por mais ridículo que seja.

    Imagina Mats que nós somos uma espécie de efeito secundário da criação de Deus, e agora onde está a especialidade?

    Estás a perguntar onde está a especialidade em ter sido feito à Imagem do Criador do Universo?🙂

    Disses que preferias ir para o céu mesmo que todas as pessoas que gostasses fossem para o Inferno, foste feito à imagem de deus, és especial porque ele te criou… então e o que é que isso contribui para a sociedade e para a tua calma espiritual?

    Contribui de muitas formas porque o Criador teve o cuidado de nos deixar directrizes e ensinamentos que melhoram a sociedade, quando os mesmos são seguidos..

    Btw, tens a certza que vais para o céu Mats?

    Sim.

    Então e se fores parar ao Inferno, como é?

    Não vai acontecer, portanto não é algo que me preocupe.

    Na volta até gostavas de ter sido Ateu para não teres de passar por isso han?

    Porque é que gostaria te ter sido ateu?

  19. rpfm diz:

    “Btw, tens a certeza que vais para o céu Mats?”

    “Sim.”

    Apanhei te a mentir uma vez (http://darwinismo.wordpress.com/2009/11/27/sino-evolutivamente-alarmante), por isso não sei se deverias ter tanta certeza.

    Isso é arrogância ao mais alto nível.
    Quem vive na certeza que vai para o céu e tem uma fé inabalável na misericórdia desse velho já pode fazer merda à vontade.

    Moral do caraças hã.

    Imaginar que no futebol só há cartões amarelos…
    ou que a polícia não multa, só passa uma declaração de aviso…
    ou que as overdoses não matam, só te mandam para um mundo de sonhos do qual podes voltar…
    ou que é possível atacar uma teoria científica arbitrariamente escolhida com ignorância e esperar respostas tranquilas…

  20. Mats diz:

    Apanhei te a mentir uma vez (http://darwinismo.wordpress.com/2009/11/27/sino-evolutivamente-alarmante), por isso não sei se deverias ter tanta certeza.

    Eu tenho a certeza que vou para o céu e não para o inferno, apesar das minhas (muitas falhas).
    Se só os perfeitos vão para o céu, então ninguém iria. Quem vai para o céu são aqueles que sabem que são falhos e que agem de forma a se reconciliarem com Deus através do Sacrifício do Senhor Jesus Cristo na cruz.
    Repito o que diss há algim tempo atrás, um pouco de conhecimento sobre a teologia cristão não fazia mal algum.

    Segundo, o propósito do post é mostrar que não são precisos milhões de anos para algo se catalogar como um “fóssils”. Talvez o exemplo do sino não seja o mais certo, porque (e muito bem foi dito) só seres vivos é que contam como fósseis. Mas o ponto mantém-se.

    Terceiro, se Deus não existe, que é o que tu acreditas, não há problemas em mentir uma vez que não há Ponto de Referência Absoluto para decisões morais. Todas as escolhas morais são válidas, inclusive a mentira.
    Portanto, como ateu que és (acho eu), não deves criticar as minhas supostas mentiras uma vez que estás a contradizer o teu ateísmo.

    Isso é arrogância ao mais alto nível.
    Quem vive na certeza que vai para o céu e tem uma fé inabalável na misericórdia desse velho já pode fazer merda à vontade.

    Quando se começam com obscenidades não é bom sinal. Mas como ateu que és, provavelmente não deves ter problemas em usar tal terminologia.

  21. Guilherme Ferreira diz:

    > Devemos ser todos deuses então.” – Anónimo

    Talvez sim! Já que Deus é Deus, se formos santos o suficiente (por intermédio de Jesus) para podermos ser considerados “filhos de Deus”, então seremos considerados deuses também, e ajudaremos a julgar e condenar todo aquele que não creu em Deus durante sua vida. Está na bíblia:

    “Eu disse: Vós sois deuses, e todos vós filhos do Altíssimo.” (Salmos 82:6)

    “Anunciai-nos as coisas que ainda hão de vir, para que saibamos que sois deuses; ou fazei bem, ou fazei mal, para que nos assombremos, e juntamente o vejamos.” (Isaías 41:23)

    “Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Sois deuses?” (João 10:34)

    “Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas?” (I Coríntios 6:2)

    “Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.” (João 3:18)

  22. jmct diz:

    O que faz uma pessoa não mentir são os seus próprios valores. Ser ateu não significa ser mentiroso, ladrão, selvagem, assassino, etc…

    Mas uma vez peço-te Mats, estás a falar com homens, não com ateus. Pelo menos quando falares comigo. Penso que posso falar com o Roger e pelo Mastiphal.

    Abraços

    P.S. – Olá Guilherme, bem vindo.

  23. Luís Poço diz:

    Ai mãe! O que vocês disseram nestas palavras não seguiu um bom curso. Pude verificar isso ao acabar de ler, neste preciso momento. afinal! Qual deve de ser a nossa preocupação? Querer mostrar ao outro o valor da nossa verdade, ou, procurar encontrar a verdade em si das coisas unindo esforços.
    Malta, com o maior afecto que por vós tenho, vos peço. acalmai-vos. reflecti sobre o que escrevestes e vede qual o objectivo de tal diálogo e logo vereis e compreendereis o que falo. Unindo esforços chegaremos mais longe e produziremos mais e em menos tempo. Ainda não conhecemos tudo. Para vosso bem, aconcelho-vos, a aprender a gerir isto.
    Deixo uma breve pergunta se tendes a amabilidade de me responder. SERÁ POSSIVEL CONCILIAR ESTES DOIS CAMPOS? ABRAÇOS A TODOS!

  24. Nuno diz:

    Perguntas Difíceis para os Crentes? onde está a dificuldade de resposta! talvez quem se diz relegioso por dizer, talvez quem não tem uma religião baseada na verdade e mistura religião com crendisse, etc.

    quem sabe porque é religioso e esta esclarecido em relação á religião isto parecem perguntas feitas a meminos da escola primária.
    cumps

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: