Recuperados 22 milhões de emails apagados pela administração Bush

22 milhões de emails apagados na Casa Branca, durante a invasão do Afeganistão e a preparação da guerra no Iraque, foram recuperados pelo Arquivo Norte-Americano de Segurança.

O Arquivo Norte-Americano de Segurança (NSA, sigla em inglês) anunciou hoje a recuperação de 22 milhões de correios electrónicos da Casa Branca que foram apagados durante a administração de George W. Bush.

Ao mesmo tempo, o Arquivo e a Organização de Cidadãos para a Responsabilidade e Ética em Washington (CREW) disseram que tinham chegado a um acordo com a Casa Branca para resolver a acção judicial que tinham apresentado contra o governo federal pela destruição de correios electrónicos durante a presidência Bush.

“Fizemos o nosso melhor para recuperar o número de correios electrónicos ou para os reconstruir com as cópias de segurança. O governo agora pode encontrar e pesquisar 22 milhões de correios a mais do que (podia) em 2005”, afirmou Kristen Lejnieks, advogada do Arquivo Norte-Americano de Segurança, citada em comunicado.

Cinco milhões de comunicações perdidas.

O Arquivo apresentou uma acção judicial contra o governo norte-americano quando na Primavera de 2007 se soube que desde 2002 que a Casa Branca não arquivava os correios electrónicos de forma sistemática, contra o estabelecido por lei, e que cerca de cinco milhões de comunicações se perderam.

O Arquivo sublinhou que esse período coincidiu com o ponto culminante da invasão do Afeganistão e com os preparativos para a polémica Guerra do Iraque, bem como com as actividades contra supostos terroristas, as eleições presidenciais de 2004, o furacão Katrina e o escândalo em torno de Valerie Plame

A directora executiva da CREW, Melanie Sloan, disse, em comunicado, que “pode ser que nunca se descubra toda a história do que aqui se passou e que funcionários da administração Bush estiveram implicados. Parece que simplesmente não queriam que se conservassem os correios electrónicos”.

Fonte: Expresso

Nota: é claro que ele não vai dentro, mas de certeza que daqui para a frente irá ser diferente. Pelo menos os republicanos hão de ficar uns aninhos fora da presidência.

P.S. Um dos comentários que estavam no site da Expresso:

Carissimo está enganado.Eu vivo no EUA há 34 anos sei o que digo.Na primeira eleicção Bush foi claramente derrotado mas como o senhor deve estar lembrado acabou por ganhar no tribunal supremo com 5-4 de votos.Um ano mais tarde com uma contagem efectuada por diversas livrarias ficou provado que Al Gore tinha sido o vencedor.Votos do povo nas primeiras eleições mais ou menos 500 mil com Al Gore em primeiro.Segundas eleições mais ou menos 700 mil com Bush claramente a perder.Infelizmente aqui nos EUA é tal e qual como em Portugal os votos do povo não elegem o Presidente.Se têm algumas duvidas informe-se sobre como funciona o sistema eleitoral americano.Desculpem os erros ortográficos mas como disse estou aqui á 34 anos.Cumprimentos.

Sobre Roger Marques
Passionate gamer, curious scientist, novice surfer, lvl 3 martial artist, also a budding game designer.

5 Responses to Recuperados 22 milhões de emails apagados pela administração Bush

  1. rpfm diz:

    Mats olha para a cara dele! É a prova viva que descendemos de símios ancestrais e que os restantes primatas actuais são nossos primos biológicos.

    Quase diria, um fóssil vivo.

  2. mastiphal diz:

    Como nota ao comentário do site da Expresso.

    No dia da eleição presidencial cada eleitor vota no candidato a presidente de sua preferência. Este voto, entretanto, não é computado em uma eleição direta, mas sim, escolhe uma comissão de delegados que representará o seu estado no colégio eleitoral.
    O partido do candidato que ganha a maioria dos votos no estado elege uma comissão e o candidato (ou candidatos) que perder naquele estado não ganha nenhum delegado. Na terceira segunda-feira de Dezembro os delegados eleitos reúnem-se na capital de seu estado para então escolher o presidente. Estes “eleitores especiais” podem votar em qualquer nome, mas normalmente votam no candidato pelo qual foram eleitos. Aquele que receber metade mais um dos votos do colégio eleitoral é declarado o novo presidente e assume no dia 6 de janeiro do ano seguinte ao da eleição.
    Em apenas duas ocasiões, o a decisão do Colégio Eleitoral foi diferente do visto nas urnas. A segunda vês que isso aconteceu foi com Bush e Gore.

    Agora como comment ao post.

    Bem, para quem era assim tão conservador como o Bush, não se importou em não conservar 22 milhões de mails.

  3. rpfm diz:

    “Bem, para quem era assim tão conservador como o Bush, não se importou em não conservar 22 milhões de mails.”

    Partiste-me todo mastiphal

    LOL

  4. jmct diz:

    Veio-me agora à cabeça.

    vocês chegaram a ver o 911 Missing Links?!

    https://odetriunfante.wordpress.com/2009/11/05/missing-links/

  5. Mats diz:

    Isso explica o porquê do Bush ser um evolucionista.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: