Where are We Now? (Onde Estamos Agora?)

Clique nesta imagem para abrir o vídeo (68 min e legendado em PT)

Esta é a apresentação pelo Peter Joseph, feita a 25 de Julho de 2009. Finalmente está aqui disponível com legendas em português.

“O que é defendido aqui é simplesmente um passo em frente na nossa evolução social, não uma que siga a opinião de um indivíduo ou grupo, mas que siga estatísticas, tendências, inferência básica e extrapolação, tudo deduzido pelo uso do método científico.”

Infelizmente, independentemente de como as novas ideias possam parecer lógicas, claras e óbvias o público continua a ter, em geral, um medo enorme de qualquer forma de mudança social.

Isto é em grande parte devido à propaganda e condicionamento, impostas ao público pelos poderes estabelecidos, que é claro, preferem manter seu poder. Estas instituições vão desde organizações religiosas às governamentais, às empresariais.

De facto, não são na realidade os conhecimentos técnicos e as implementações dos atributos físicos, que compõem uma economia baseada em recursos que constitui o problema. Sabemos que o podemos concretizar tecnicamente, sabemos que pode acontecer, a análise foi extrapolada.

São os valores culturais que estão desactualizados, uma questão muito difícil. Os valores culturais e barreiras educacionais da nossa cultura condicionada são os aspectos mais difíceis de se considerar, e é uma das razões que me levam a abordar esta apresentação como eu fiz, porque eu quero que as pessoas entendam que todos nós temos que mover numa dada direcção.

É aqui que entra o Movimento Zeitgeist.

Não estamos aqui para dizer às pessoas em que acreditar ou pensar, vamos espalhar informações estatísticas e identificação de valores sociais positivos. Com a esperança que o povo se consciencialize para as possibilidades incrivelmente positivas que o futuro possibilita.

Depois de se chegar a estas noções, acho que a maioria das pessoas nunca vai voltar a ver o mundo da mesma maneira, e os problemas que hoje parecem vulgares, serão simplesmente considerados inaceitáveis, motivando a mudança.

A conclusão é que quando se trata da comparação entre hierarquia e igualitarismo. Por outras palavras, as pessoas sendo iguais ou sendo estratificadas, igualitarismo ou igualdade social, em termos de saúde condicionada por stress psicológico, supera a estratificação para a sociedade, desde crime até taxas da doença. Assim, na conclusão desta seccão, espero que mostrei este ponto com relativa clareza, porque é um ponto realmente importante quando pensamos nisso.

Não são apenas as nossas classes sociais uma invenção moderna de sociedade humana, mas está cientificamente demonstrado que as classes sociais são prejudiciais para a saúde de todos, pela própria concepção da sua criação.

Acho que, com a conclusão desta apresentação formal essa é uma das motivações mais incrivelmente impulsionadoras para a busca de alternativas.

A estrutura em si da ordem superior da sociedade é intrinsecamente e comprovadamente prejudicial e doente. E junto com tudo o resto que discutimos.

Acho que isto dá uma tremenda motivação para mudarmos na direcção de algo novo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: