O regresso às origens – 15 equivocos sobre a evolução

Bem, longe vai o tempo em que posto alguma coisa aqui, e nada melhor do que voltar ao activo com um dos meus temas preferidos debatidos neste blog, a evolução.

A evolução biológica é a descendência com alterações. Esta definição abrange a evolução em pequena escala (pequenas adaptações nos genes de uma população duma geração para a seguinte) ou a evolução em larga escala (populações de diferentes espécies com uma espécie ancestral em comum). A evolução ajuda-nos a perceber a história da vida, apesar de esta ser bastante aceite, muitas pessoas têm uma má interpretação dela. esta lista pode ajudar a desvendar alguns mitos:

A evolução é uma teoria que explica o começo da vida

A teoria da evolução trata essencialmente da forma em como a vida se modifica após a sua criação. Enquanto que alguns cientistas se interessam na origem da vida (por exemplo na composição da sopa primordial de onde a vida pode ter surgido) mas esse não é uma das preocupações da área da evolução. O que interessa é o que em determinada altura a vida começou a modificar-se, a evolução é então, o estudo dessas modificações.

Os seres estão sempre a aperfeiçoarem-se

De facto a selecção natural tece os nossos genes da piscina genética, existem muitos casos de organismos que se mantêm inalterados ao longo de eras. Exemplos como fungos, tubarões, peixes, e répteis que se mantêm inalterados sobre um grande período de tempo. Esses organismos estão assim perfeitamente adaptados ao seu meio ambiente sem necessitarem de melhorias.

Outos mudaram bastante mas não  necessariamente para melhor. Algumas criaturas viram o seu meio-ambiente alterado e as suas adaptações não surgiram da mesma forma que o ambiente mudava.

Evolução significa mudanças ao ‘acaso’

A verdade é que a selecção natural não é um acaso. Por exemplo muitos seres aquáticos necessitam de serem rápidos, e espécimes com essas habilidade estão mais adaptados ao seu ambiente e assim sobrevivem. Dessa forma mais se irão reproduzir, criado mais descendência com as mesmas características, e o ciclo recomeça.

A selecção natural são os seres tentando adaptarem-se

Os seres não ‘tentam’ adaptarem-se, é a selecção natural que permite vários membros de um grupo sobrevivam e se reproduzam. Adaptações genéticas não são os poderes do desenvolvimento de organismos.

A selecção natural dá aos seres aquilo que eles necessitam

A selecção natural não tem inteligência, não pode assim dizer o que uma espécie precisa. Se uma população tem variantes genéticas que as tornam mais adaptadas, estes reproduzem-se mais e a gerações seguintes irão evoluir. Se uma variante genética não está presente, a população perecerá ou evoluirá com poucas chances de sobrevivência.

A evolução é apenas uma teoria

Cientificamente falando, é uma ideia bem desenvolvida que explica os aspectos da vida natural. Infelizmente outras definições de teoria como palpite, e suposição causam grande confusão no mundo não-cientifico quando este trata de ciências. São assim dois conceitos diferentes.

A evolução é uma teoria em crise

Grande parte do mundo cientifico crê na evolução no entanto existe um grande debate sobre como aconteceu. Os factos do processão são vigorosamente discutidos o que pode gerar uma ideia entre os anti-evolucionista de que é uma teoria em crise. A evolução é uma ciência e é tratada como tal no meio cientista.

‘Saltos’ entre os fósseis provam a inexistência da evolução

Actualmente muitos fósseis transitórios têm vindo a ser descobertos, por exemplo, existem registos dos organismos que ligam as aves aos seus parentes dinossauros, bem como das baleias aos seus parentes terrestres. Existem muitos motivos para as espécies transitórias não terem sido preservadas, como o facto de muitos organismos não serem possíveis de gerar fósseis ou as condições deste processo não terem ocorrido. Existiram sempre espaços por preencher, mas isso não anula a evolução.

A teoria da evolução não está completa

A ciência evolucionária é um trabalho em constante progresso. A ciência está constantemente a fazer novas descobertas ou a fazer os ajustes necessários. Como qualquer outra ciência a teoria da evolução está em constante alteração dos seus conhecimentos. De momento é a “única explicação cientificamente plausível” para a enorme diversidade de vida no planeta.

A teoria contem falhas

Como qualquer outra ciência, sempre que se detectam falhas, estas são rapidamente corrigidas. Todas as alegadas falhas que os criacionistas tentaram imputar na evolução, foram de imediato anuladas cientificamente. Estas falhas são normalmente baseadas em má interpretações de evidencias.

Não é uma ciência porque não pode ser observada

Pode ser observada e testada. A confusão aqui está em que as pessoas pensam que a ciência está limitada a experiências em laboratório realizadas por técnicos de bata branca. Na verdade, grande parte da informação cientifica que obtemos vem do mundo exterior ao laboratório. Os astrónomos não podem obviamente tocar fisicamente nos objectos de seus estudos (estrelas e galáxias), no entanto muito do conhecimento adquirem-no através do estudo. O mesmo acontece com a evolução. É também verdade que existem vários mecanismos da evolução que podem ser experimentados directamente como acontece com outras ciências.

Os biólogos já refutaram a teoria

Não refutaram a teoria, simplesmente têm-na alterado ao longo do tempo à medida que outros conhecimentos vão sendo adquiridos. Darwin considerava que a evolução decorria muito devagar, mas de facto já se sabe que pode ser acelerada radicalmente sobre certas circunstancias. Não existe até ao momento, uma ideia credível cientificamente contra os princípios da teoria darwiniana. A ideia original está sempre em constante “refinação”.

A evolução segue o caminho da imoralidade

Todas as espécies animais têm características que partilham como os outros membros da mesma espécie . Os cães agem como cães, os caracóis agem como caracóis, e os humanos como humanos. É errado presumir que uma criança irá começar a comportar-se como outro animal só porque está relacionado com ele.

A evolução suporta a ideia do  “faz todo o sentido”

No século XIX e inícios do XX, uma filosofia chamada “Darwinismo Social” iniciou uma tentativa de aplicar a biologia evolucionária à sociedade. Esta filosofia dizia que a sociedade deveria permitir que os fracos fracassassem e morressem, que era essa a situação ideia, bem como a moralmente correcta. Isso levou a ideias como “os pobres merecem ser pobres, porque são menos capazes”. Felizmente essas ideias estão sendo eliminadas da sociedade.

Os professores deveriam ensinar as duas correntes

Existem milhares de ideias religiosas acerca da criação. É simplesmente impossível que todas sejam ensinadas. Alem do mais, nenhuma dessas teorias tem suporte em factos científicos, logo não têm lugar numa aula de ciências. Numa aula de ciência, os estudantes podem debater onde um ser despoletou na árvore da vida, mas não pode nunca argumentar isso com crenças religiosas. O argumento “não é justo” é muitas vezes usado para adicionar dogmas religiosos dentro dos meios académicos.

9 Responses to O regresso às origens – 15 equivocos sobre a evolução

  1. jmct diz:

    Boas,

    bem vindo ao activo mastiphal. Quero só acrescentar mais algumas coisas.

    “Os professores deveriam ensinar as duas correntes ”

    As duas correntes são ensinadas na aula de ciências. Obviamente na parte do criacionismo é apenas dito que:

    “Antes acreditava-se que um ser divino tinha gerado toda a vida na terra e as espécies eram imutáveis”

    Por isso a teoria criacionista é ensinada nas aulas de ciência tal como todas as outras teorias evolucionistas ate chegarmos ao neo-darwinismo. Assim a história faz sentido na cabeça dos alunos.

    Claro está que na aula de ciências não é ensinada a versão Cristã. Exactamente porque esta não é a única religião do planeta. Essa parte fica para a disciplina de Religião e Moral para quem quise-la ter.

    Antigamente até os maiores intelectuais eram racistas. Mas no entanto, com o tempo abandonámos o racismo e não os “pretos”. Da mesma forma abandonamos o Darwinismo Social e não a teoria da evolução.

    Para a malta que acha que a teoria da evoluçao é “mà” porque da origem ao Darwinismo Social, nao se esqueçam que a soluçao para acabar com os fogos na floresta nao é acabar com a floresta.

    “Não é uma ciência porque não pode ser observada”

    A evolução em bactérias já foi confirmada em laboratório numa espaço de algumas gerações, que a nível bacteriano “varias gerações” representam uma noite para nós.

    “Evolução significa mudanças ao ‘acaso’”

    Da mesma forma que eu tenho pele mais escura e tu és loiro, há um leão que corre mais que outro. A diferença está que na nossa sociedade as nossas diferenças não são muito significativas, ou mesmo nada, para a possível reprodução dos indivíduos. No entanto, no caso dos leões, um que corra menos é certo que não chegará vivo a idade de reprodução.

    Apenas como comentário final,

    é confortante pensarmos que somos especiais, que somos amados, o cérebro precisa disso para se manter são (será são a palavra correcta? K esta é par ti :D). Apesar de serem sentimentos muito bonitos, não é em Deus que os devemos procurar. A meu ver, procurar essa amor em Deus é um acto de egoísmo.

  2. pinto diz:

    “acaso” – é o nome que Deus usa quando não pretende assinar.

  3. jmct diz:

    isso quer dizer que deus esta a controlar a evolução? Quando deus assina que nome põe?

    desculpem o sarcasmo. mas como o mastiphal disse, às vezes volta-se às origens.
    🙂

  4. pinto diz:

    jmct + mastiphal – é,… Deus controla a evolução e tem uma máquina para fazer chuva ou sol e tem também umas cegonhas para levar criancinhas aos pais…. há,há,há….

  5. Mats diz:

    Parece-me mais uma última respiração antes de se afogar.

    A teoria da evolução, tal como entendida por pessoas como Dawkins, está de facto em crise e está a sofrer ataques científicos até de cientistas ateus.

    A questão agora que se levanta é a seguinte: qual é a teoria que melhor explica a origem e a estrutura tipo-máquina das formas de vida?
    1. Evolução aleatória filtrara pela não inteligente selecção natural?

    2. Design inteligente resultado de Uma Mente não Restrita ao mundo material?

    Acho que a análise fria e cientifica dos factos suporta a segunda hipótese e refuta a primeira. Se pensarmos nas formas de vida como sistemas funcionais cheios de informação codificada (ADN), a crença de que os mesmos são o resultado de factores não inteligentes torna-se ridícula. Alguém alguma vez viu sistemas de informação a gerarem-se a eles mesmos ? Alguém alguma vez viu um código informacional que não seja o resultado de uma ou mais mentes? Claro que não.

    Devido a isto, e a muito mais, a teoria da evolução é um erro do qual a ciência tem que se recuperar. Mitos ateus mascarados de teorias empíricas não deveriam fazer parte do currículo escolar, e portanto, a teoria da evolução (e o naturalismo que lhe suporta) deveriam ser ensinados como formas de pensar filosóficas e não teorias científicas demonstradas.

  6. mastiphal diz:

    Claro, a ideia de que a vida e todo o universo foi criado só porque uma entidade superior lembrou-se numa bela manha de domingo tem muito mas muito mais sentido!!

  7. jmct diz:

    Olá Deus!
    Oh Deus que estás aí,
    Estás comigo Deus?
    Onde estás Deus que não te vejo aqui.

    Tantos te querem,
    bem ao pé ou bem ao longe,
    mas tantos te querem a servir de almofada.

    Deus fez isto, Deus fez aquilo,
    afinal Deus não fez nada.
    Foram os dados da Natureza,
    e as nossas origens desmascaradas.

    Oh Deus onde estás!
    – “Estou aqui.”

    Oh Deus vai-te embora, tu não existes!
    – “Está bem.”

    Um Deus deixado da mão,
    é um povo com perdão
    Perdão do próprio povo
    dum povo fora da escuridão.
    Quer do perto quer do longe.

    Mas ó Deus deixa-te estar,
    Onde todos te reconhecem,
    Deixa-te estar aí,
    longe de seres almofada de alguém.

  8. Lourenço diz:

    Viva.

    Gostei da forma sucinta e objectiva como são clarificados alguns equívocos sobre a evolução.

    Saudações

  9. SANDRA diz:

    se comentários.cada um na sua.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: