Bayer Documents: AIDS Tainted Blood Killed Thousands of Hemophiliacs

Deixo-vos com um documento por sua vez deixado por um participante.

Bayer Documents: AIDS Tainted Blood Killed Thousands of Hemophiliacs

Thu, 22 May 2003

An examination of internal Bayer company documents by The New York Times reveals that the company was engaged in unsavory, probably criminal marketing practices. The documents reveal that Bayer continued to sell contaminated blood plasma causing thousands of hemophiliac patients to be infected with AIDS. The company continued to sell the contaminated blood in Asia for over a year when it had already introduced a safer, heated blood plasma version in the US and Europe in February 1984.

The documents examined by the Times provide evidence of unrestrained corrupt practices by a pharmaceutical industry giant. According to The Times, records suggest that the reason for continuing to sell an AIDS infected blood product, was to get rid of inventory and “the company hoped to preserve the profit margin from ‘several large fixed-price contracts.'”

This previously uninvestigated case demonstrates how this industry’s lies and crimes are shielded by officials at the Food and Drug Administration. The Times reports that in 1985 FDA’s Dr. Harry Meyer willingly helped Bayer cover up “one of the worst drug-related medical disasters in history.” Meyer suggested that the issue should be “quietly solved without alerting the Congress, the medical community and the public.” This culture of accommodation continues to prevail at the FDA. … ler o resto.

Bayer Exposta (vacina contaminada com SIDA/HIV)

Esta notícia passou nos EUA, foi também referenciada em Zeitgeist, o Filme. Vamos rever..

Um jornalista expõe que a Bayer terá enviado para a Europa e Ásia vacinas contaminadas com o vírus da SIDA. Pela impossibilidade de vender estas vacinas na América a empresa farmacêutica tê-las-à colocado no mercado estrangeiro a fim de tornar uma catástrofe num negocio extremamente lucrativo.

Para escândalo, pelo que nos é dito na notícia, a FDA e o Governo Norte Americano sabia que isto estava a ocorrer, os governos dos países que receberam a medicação sabiam que isto estava a ocorrer, e mesmo assim foi permitido.

É de uma vez mais sublinha, o desejo frenético das empresas pelos lucros. Nós não estamos aqui a brincar aos bonzinhos e aos salvadores, estamos aqui para o lucro bruto, sejam quais forem os meios para os atingir. E de como o governo e as corporações estão ”feitas” umas com as outras.

Durante toda a entrevista o entrevistador parece controlar o entrevistado e o seu discurso, através de interrupções, e tentar fazer um pouco de gozo da situação e de criar o ridículo. Apesar de ser uma notícia cujo assunto é um pouco extremo a imparcialidade talvez não tenha sido obtida.

Traduzo o que o New York Times escreveu sobre o assunto:
“(Bayer) comportou-se responsavelmente, eticamente e de modo humano… As decisões feitas datam de quase duas décadas atrás baseadas na melhor informação científica à data e consistentes com as regulações vigentes.”

Será mesmo que o New York Times conta a verdade? E se conta, não será a verdade um pouco doentia?
Seja com for, onde andam as notícias? Onde ficam os escândalos de verdade? É impressionante ver como este tipo de notícias, quando surge, é como as estrelas cadentes: brilham muito mas por meros instantes.. depois o céu volta a ficar escuro..