O que não estamos a ouvir acerca do Haiti: petróleo

Mastiphal, parece que este artigo responde ao teu comentário. E claro a muitas das nossas dúvidas. Parece que já há uma razão para a HAARP ter actuado.

“Há prova de que os Estados Unidos descobriram petróleo no Haiti décadas atrás e que devido a circunstâncias geopolíticas e a interesses do big business foi tomada a decisão de manter o petróleo haitiano na reserva para quando o do Médio Oriente escasseasse. Isto é pormenorizado pelo dr. Georges Michel num artigo datado de 27/Março/2004 em que esboça a história das explorações e das reservas de petróleo no Haiti, bem como na investigação do dr. Ginette e Daniel Mathurin.

Também há boa evidência de que estas mesmas grandes companhias de petróleo estado-unidenses e seus monopólios inter-relacionados de engenharia e empreiteiros da defesa fez planos, décadas atrás, para utilizar portos de águas profundas do Haiti tanto para refinarias de petróleo como para desenvolver parques de tancagem ou reservatórios onde o petróleo bruto pudesse ser armazenado e posteriormente transferido para pequenos petroleiros a fim de atender portos dos EUA e do Caribe. Isto é pormenorizado num documento acerca da Dunn Plantation em Fort Liberté , no Haiti.Continuar a ler… (Resistir.info)

Encontrei o artigo no blog “A Tribuna

Capitalismo: Uma História de Amor

Clique na imagem para ver filme

Do interior Americano passando pelos salões do poder em Washington, para o epicentro financeiro mundial em Nova Iorque, Michael Moore mais uma vez leva os frequentadores de cinema a territórios inexplorados. Com igual medida de humor e indignação, o Capitalismo de Michael Moore:Uma História de Amor explora uma pergunta tabu: Qual é o preço que o país paga pelo seu amor do capitalismo? Amor esse que parecia tão inocente anos atrás . Hoje, porém, o sonho americano parece mais um pesadelo em que as famílias pagam o preço com os seus empregos, as suas casas e suas poupanças. Moore leva-nos para as casas de pessoas comuns cujas vidas foram viradas de cabeça para baixo, e ele vai à procura de explicações em Washington, DC e noutros lugares. O que ele encontra são os demasiado familiares sintomas de um caso de amor extraviado: mentiras, abuso, traição … e 14.000 empregos perdidos a cada dia.Capitalismo: Uma História de Amor é tanto um ponto culminante de trabalhos anteriores de Moore e um olhar para o que um futuro mais esperançoso poderia parecer. É o desafio final de Michael Moore para responder à pergunta que ele tem colocado ao longo de sua carreira de cineasta ilustre: Quem somos nós e porque é que nos comportamos desta forma?

Do interior Americano passando aos salões do poder em Washington, para o epicentro financeiro mundial em Nova Iorque, Michael Moore mais uma vez leva os frequentadores de cinema a territórios inexplorados. Com igual medida de humor e indignação, o Capitalismo de Michael Moore:Uma História de Amor explora uma pergunta tabu: Qual é o preço que o país paga pelo seu amor do capitalismo? Amor esse que parecia tão inocente anos atrás . Hoje, porém, o sonho americano parece mais um pesadelo em que as famílias pagam o preço com os seus empregos, as suas casas e suas poupanças. Moore leva-nos para as casas de pessoas comuns cujas vidas foram viradas de cabeça para baixo, e ele vai à procura de explicações em Washington, DC e noutros lugares. O que ele encontra são os demasiado familiares sintomas de um caso de amor extraviado: mentiras, abuso, traição … e 14.000 empregos perdidos a cada dia.Capitalismo: Uma História de Amor é tanto um ponto culminante de trabalhos anteriores de Moore e um olhar para o que um futuro mais esperançoso poderia parecer. É o desafio final de Michael Moore para responder à pergunta que ele tem colocado ao longo de sua carreira de cineasta ilustre: Quem somos nós e porque é que nos comportamos desta forma?

A Conspiração Capitalista

A Conspiração Capitalista (The Capitalist Conspiracy) é um documentário com cerca de 50 minutos realizado por G. Edward Griffin algures nos 60’s.

Com uma imagem bem antiga, segue toda temática de Zeitgeist e outros documentários relacionados, mas abordando apenas a questão financeira e as conspirações por detrás dos Banqueiros Internacionais.

O Dr. Carroll Quigley e o seu livro Tragedy and Hope são novamente mencionados, agora em muito maior destaque.

Este documentário mostra-nos como os temas abordados em Zeitgeist não são recentes. Já há muito que se falam mas têm sido esquecidos pela dificuldade em passar informação.

Deixo-vos para vocês verem e tirarem as vossas conclusões.

Torrent.

Google Video