Gerando Moleculas de RNA em água

Ainda sobre o assunto da evolução e criação.

Para os criacionistas mais entendidos em biologia o grande calcanhar de aquiles no surgimento de vida na Terra é a geração de moleculas de RNA nas condições da Terra primitiva. Até agora o passo da formação de RNA era, de facto, o calcanhar de Aquiles na forma como a vida teria surgido na terra, já que o RNA é a fonte genética base dos organismos mais básicos e uma molécula de extrema importância em qualquer célula (nós inclusive).

Parece que já possível reproduzir em laboratório moleculas de RNA a partir das condições ambientais da Terra Primitiva.

Fica aqui a notícia – Tradução Google Translator.


Uma questão chave na origem de moléculas biológicas como o DNA e RNA é como eles se uniram há bilhões de anos a partir de precursores simples. Agora, em um estudo que aparece na edição desta semana da revista Biological Chemistry, os pesquisadores na Itália reconstruíram um dos primeiros passos evolutivos ainda: gerar longas cadeias de RNA das subunidades individuais usando nada além de água morna.

Muitos pesquisadores acreditam que o RNA foi uma das primeiras moléculas biológicas presentes, antes de DNA e proteínas, no entanto, tem havido pouco sucesso na recriação da formação de RNA a partir de moléculas simples “prebiótico”, que provavelmente estavam presentes na Terra primordial bilhões de anos atrás.

Agora, Ernesto Di Mauro e seus colegas descobriram que as moléculas de antigos chamavam de nucleotídeos cíclicos podem fundir-se em água e polímeros forma mais de 100 nucleotídeos em água variando 40-90 ° C, similar à temperatura da água na Terra antiga.

Nucleotídeos cíclicos como AMP cíclico são muito semelhantes aos dos nucleotídeos que compõem peças individuais de DNA ou RNA (A, T, G e C), exceto que eles formam uma ligação química extra e assumir uma estrutura em forma de anel. Essa ligação extra faz nucleotídeos cíclicos mais reativo, porém, e assim eles foram capazes de unir-se em longas cadeias a um ritmo aceitável (cerca de 200 horas para chegar a 100 nucleotídeos).

Este achado é emocionante como nucleotídeos cíclicos se pode facilmente ser formado a partir de substâncias químicas simples, como a formamida, tornando-os plausível compostos prebióticos presentes durante o tempo primordial. Assim, este estudo pode estar revelando como os primeiros bits de informação genética foram criados.

Para aqueles interessados no artigo científico original, fica aqui o link (http://www.jbc.org/content/early/2009/10/02/jbc.M109.041905)

Biologia Molecular do DNA – Envolver e Replicar (VIDEO)

Ao passar pelo Atheist Movies dei de caras com este clip. Não resisti a transcrever para aqui.

O filme mostra por animção computacional como o ADN é replicado (copiado) no núcleo celular das nossas células.
Aparecem também imagens reais da devisão celular.

A maquinaria molecular que leva a cabo esta operação é estonteante. A velocidade a que o processo ocorre e a complexidade de movimentos é astronómica. Ainda mais se tivermos em consideração que tudo isto se passa no interior de uma célula onde todo o seu conteúdo está ‘atafulhado’ lá dentro e muitos outros processos ocorrem mesmo ao lado.

Possivelmente este tipo de animações computarizadas seja o futuro do ensino. A junção dos livros de texto e das novas animações gráficas torna o estudo da ciência muito mais rápido e certamente ainda mais apelativo, ou pelo menos capaz de alcançar um público maior. Imaginem como seria se em vez do Telejornal nos presentear com as transferências do Vitória de Guimarães ou do Olhanense no mostrasse uma animação como esta? Acredito que a visão das pessoas alargar-se-ia. O blog Plus Demain dá especial destaque este tipo de investigação.

Para quem está mais dentro do tema, não há dúvida que o futuro das nanomáquinas passa pela compreensão e pelo estudo das maquinaria natural. Talvez um dia possamos nós desenvolver completamente este tipo de maquinaria molecular. Fica aqui um nome de referência: David S. GoodSell.