Big Dog – Robot Predador de Humanos da FEMA

Acho que esta entrada vai exactamente ao encontro da frasezinha que temos ali em cima por debaixo do título do Blog: “Na procura da consciencialização”.

Construindo um Cérebro num chip de silício

Um 'smart' chip: Cientistas na Europa estão a usar técnicas convencionais de produção de chips para criar circuitos que copiem a estrutura e função de um cérebro humano. Este protótipo inicial tem apenas 384 neurónios e 100.000 sinapses, mas as últimas versões contêm 200.000 neurónios e 50 milhões de sinapses. Crédito: Karlheinz Meier.

Boas,

Ora aqui vai a tomada do café depois do almoço.
Cheguei ao pc e vi que no diário da Kurzweil.AI estava esta notícia.

Foi desenvolvido um super chip informático, pela equipe de Karlheinz Meier do projecto FACETS.

Ora muito brevemente, o chip pretende simular o modo como o nosso cérebro funciona. Ou seja, pretende funcionar de um modo paralelo, em vez de em série.

Eu não sei muito de circuitos, mas pelo que nos disse a Dr. Taylor um dos nossos hemisférios funciona de um modo paralelo enquanto que o outro funciona em modo série. Não confirmei esta informação para além desta fonte.

Um chip informático a funcionar de um modo completamente paralelo permitirá simulações de forma muito mais rápida que o próprio cérebro.

Um dos objectivos do chip era possibilitar o estudo do funcionamento do cérebro.. no entanto.. “Ele é mais uma plataforma para inteligência artificial do que uma forma de compreender a biologia” – Markram.

Ora aqui ficam algumas retóricas para vos meter ‘medo’.

Ora já vimos que os robots estão cada vez mais próximos de nós a nível físico. E agora? Será que tipo de chips irá revolucionar a sua inteligência?

Será que vai ser mesmo possível criar um chip que simule na integra um cérebro humano? Será que um sistema em paralelo irá criar na inteligência artificial novas formas de cálculo e capacidade mental?

Umas das coisa que nós humanos somos capazes e que é bastante difícil para um computador é por exemplo distinguir dois caracteres iguais mas escritos com tipos de letra diferentes. Será que uma arquitectura ‘mental’ em paralelo irá permitir que uma faceta como esta se torne banal para um computador?

E podemos avançar mais um pouco e arriscar a perguntar se um chip que simule na perfeição um cérebro humano poderia gerar consciência.

Uma vez mais acho que este tipo de experiências e invenções vão fazer-nos repensar, uma vez mais, a nossa percepção da realidade.

Desculpem não ser mais extenso no meu comentário, mas estou no café pós almoço 🙂

Abraços

Robots trabalhadores

Com o envelhecer da população e a mais baixa taxa de natalidade do mundo aliada a uma das maiores esperanças de vida do mundo, o Japão rápidamente corre para o abismo. Abismo esse onde os lares de idosos estão super-lotados, enquanto que as fábricas encontram-se vazias.

Assim o governo e as entidades investigadoras (das quais o Japão está repleto) vêm-se cada vez mais preparados para a substituição dos seus trabalhadores por robots.

Entitulado de “Send in the Robots” – (Chamem os robots) este pequeno documentário de 12 minutos realizado pelo Canadian Broadcasting Corporation revela-nos algumas das novidades a nível de desenvolvimento de robots com desempenhos em algumas tarefas do quotidiano, como robots enfermeiros, robots assistentes/ajudantes ou robots recepcionistas.

Ler mais deste artigo