Haiti – Doutrina de Choque!

Deixo-vos com dois pequenos vídeos. O primeiro sobre o que é a doutrina de choque e o segundo sobre a sua aplicação no Haiti!

O primeiro com subtítulos em Espanhol

O segundo sobre o Haiti.

Anúncios

Hugo Chávez acusa EUA de provocar sismo no Haiti

Antes de mais quero justificar o porquê da minha ausência nos últimos dias. Esta última semana principalmente foi de “loucos” em termos de trabalho, estive super atarefado e, por isso, tornou-se impossível seguir o Blog e os vossos comentários. No entanto, devo dizer que vi os mails que nos mandaram (obrigado) e receberão resposta assim que possível.

Este post segue dum mail enviado por um dos nossos leitores. Agradeço a partilha, e não tenham problemas em usar os comentários do blog para deixar links. Quando deixam links é provável que o vosso Comentário não apareça logo porque vai para a pasta de Spam. Mas nós depois quando aceitarmos o comentário ele fica visível.

Se formos para o café contar que existem no Mundo armas de “causar terramotos” todos nos chamarão malucos. Mas será que não as há? Já muito falámos aqui sobre a HAARP e os Chemtrails. Quero-vos relembrar do Documentário que passou sobre o assunto no Canal História.

Pois bem, este discurso de Hugo Chávez tem tudo a ver com isso. O Diário Económico deixa-nos com a notícia.

O presidente venezuelano diz que o sismo que devastou o Haiti foi causado pelo teste de uma arma da Marinha norte-americana.

Num comunicado divulgado na rede estatal de televisão venezuelana “Vive” e que ganhou eco na imprensa mundial, o governo venezuelano afirma, com base num relatório preparado pela Frota Russa do Norte, que “o sismo do Haiti foi um claro resultado de um teste da Marinha americana” com “uma das suas armas de (provocar) terramotos”.

Segundo o documento, a frota russa do Norte “monitoriza os movimentos e as actividades navais americanas nas Caraíbas desde 2008, altura em que os EUA anunciaram a sua intenção de restabelecer a Quarta Frota, dissolvida em 1950”.

O relatório compara “o teste de duas destas armas de terramotos” realizados na semana passada pela Marinha americana. A experiência feita no Pacífico terá provocado um terramoto de magnitude 6,5 em Eureka, na Califórnia, sem vítimas, “enquanto o teste realizado nas Caraíbas provocou a morte de pelo menos 140 mil inocentes”, pode ler-se no documento.

Segundo o texto russo, “é mais que provável” que Washington “tivesse conhecimento total dos catastróficos danos que este teste poderia ter sobre o Haiti e por isso posicionou um dos seus comandantes, o general P.K. Keen, na ilha para supervisionar o acontecimento”.

Em relação ao objectivo de Washington com os testes, Moscovo e Caracas afirmam que “no resultado final dos testes destas armas está o plano dos EUA da destruição do Irão através de uma série de terramotos pensados para derrubar o actual regime islâmico”.

Por fim, o documento denuncia que “o Departamento de Estado, Agência Americana de Cooperação para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e o Comando Sul dos EUA começaram a invasão humanitária ao enviar pelo menos dez mil soldados e empreiteiros para controlar, no lugar da Organização das Nações Unidas, o território haitiano após o devastador terremoto experimental”.

A CIA e as suas…

A C.I.A. que já todos nós conhecemos bem, nem que seja pelo caso dos voos de prisioneiros de Guantanamo que sobrevoaram o espaço aéreo nacional aqui à uns anos, é um serviço de inteligencia Norte-Americano que durante a guerra fria teve um papel fundamental no desenvolver das situações e sendo assim, influenciou a História, para bem dos EUA e dos seus governantes, claro.

Deixo-vos aqui três programas da C.I.A. no mínimo interessantes:

Ler mais deste artigo

O que se passou ontem em Oslo?

Para quem tenha estado debaixo de um calhau durante esta semana eu digo o que se passou… Barack Obama foi o Quarto Presidente dos Estados Unidos a ser laureado com um Nobel da Paz. Três destes receberam o prémio enquanto exerciam o cargo político “mais importante” do mundo.

Mas vamos por partes:

Ler mais deste artigo

Copenhaga, mais um prego no nosso caixão.

Como tem sido noticiado últimamente está a decorrer em Copenhaga uma Cimeira Mundial que conta com a participação de cerca de 100 governos, de forma a rectificar o Protocolo de Quioto. Tudo isto até seria muito bom, se não fosse o Protocolo de Quioto a sorte grande, o de Copenhaga a terminação… No mau sentido claro está!

Uma fuga de informação viu hoje a luz do dia e está a por em causa tudo aquilo que nos têm levado a crer com Quioto e como este novo encontro.

Um esboço que se acredita foi já mostrado e acordado com nações como o Reino Unído, Estados Unídos, proposto pelos próprios anfitriões da cimeira, surgiu como uma fuga de informação, e onde se coloca como fasquia o aumento de apenas 2 graus célcius na temperatura do planeta, uma redução das emissões dos transportes aéreos e navais, e um corte de até 50% nas emissões de carbono até 2050. Tudo isto era porreiro, não fosse esse corte de 50% suportado maioritariamente pelos paises em desenvolvimento, contrariando assim o Protocolo de Quioto que dava permissas aos paises mais pobres em poderem desenvolver-se e emitirem gáses nocivos para atmosfera e por sua vez os mais desenvolvidos contrapunham na balança menos emissões de forma a tudo ficar mais ou menos nívelados.

As nações sub-desenvolvidas receiam então que o documento, caso seja aprovado, os limites não sejam impostos através do nível de desenvolvimento e da população, mas sim através de acordos que estejam na conformidade e que respeitem o critério impostos pelos países mais desenvolvidos.

Depois de o jornal britânico “The Guardian” ter publicado o chamado documento dinamarquês, as negociações entraram em crise no segundo dia da cimeira. Os países em desenvolvimento terão ficado enfurecidos com as informações de que na próxima semana os líderes mundiais iriam ser confrontados com um acordo que prevê a entrega de mais poder aos países ricos, e que iria dar às Nações Unidas um papel mais lateral nas futuras negociações sobre as alterações climáticas.

Os países em desenvolvimento queixam-se, nomeadamente, de que serão fixados limites desiguais para as emissões de carbono em 2050, dando aos mais ricos a possibilidade de emitir praticamente o dobro do que seria aceite para os países em desenvolvimento. Esta seria uma enorme inversão do princípio do protocolo de Quioto que determina que são os países desenvolvidos que mais têm de agir para reduzir as emissões de CO2.

Para além disso, prevê-se que o controlo financeiro das alterações climáticas seja entregue ao Banco Mundial, abandona-se o Protocolo de Quioto, quando o que muitos defendiam era a sua extensão já que é o único tratado internacional vinculativo sobre os cortes das emissões; e torna-se o dinheiro destinado a ajudar os países pobres dependente de um conjunto de medidas a serem tomadas.

Podem ver o tal esboço através do Site do The Guardian, isto é… Enquanto for possível visualiza-lo.

O que os políticos fazem nos encontros

Os Neoconservadores dos EUA: Quem São e Como Chegaram ao Poder?

motivator572fda9735ee476c2d6fd10880c5f16e4a797c5a

O texto que se segue é uma tradução e adaptação deste artigo para a nossa língua. O artigo dá-nos uma visão pessoal de Michael Lind que teve contacto próximo com esta gente, os Neoconservadores dos EUA. Lind explica como obtiveram as rédeas da administração Bush e as atrocidades cometidas em nome da “guerra ao terrorismo” ou “da busca das armas de destruição maciça” de Saddam Hussein:

Ler mais deste artigo

Lindsey Williams no Show do Alex Jones

Antes de mais fica aqui outro blog a consultar.

Esta entrevista por Alex Jones a Lindsey Williams poderá ser uma prova final de tudo o que temos andado aqui a discutir. Desculpem este palavriado de ‘prova final’. É complicado andar em paralelo com ‘previsões’, mas o único que gostava era que ouvissem pelo menos a primeira parte e mantivessem essa informação em mente. Tentem retê-la sem ‘acumular’, sem fazer qualquer juízo de valor. Sem tentar dizer se é verdadeira ou falsa. Apenas retê-la. É o mesmo que eu vou fazer. O tempo encarregar-se-à depois de revelar a verdade sobre a informação passada nesta entrevista.

Ler mais deste artigo

Camp FEMA

campfema-cover-medSerá que a história ir-se-à repetir uma vez mais?

Será que a H1N1 será a desculpa para criar prisões para os manifestantes? Que leis se estão a ratificar nos EUA, que obras se estão a levar a cabo que fogem aos olhos do povo?

Camp FEMA: American Lockdown

Uma investigação sobre o que parecem ser novos campos de concentração na América. As estratégias utilizadas e as suas semelhanças com o regime Nazi. O que se fez no passado e o que poderá vir a acontecer no futuro. Um documentário a não perder.

Site Oficial
Ver Online
Torrent

MRAAlliance – EUA podem estar por trás de crise hondurenha, diz presidente da AG da ONU

Vim aqui num segundo… vi esta notícia e não pude deixar de não a postar. É basicamente um copy+paste. Este é o link original: http://www.lawrei.eu/MRA_Alliance/?p=4143

EUA podem estar por trás de crise hondurenha, diz presidente da AG da ONU
Junho 28, 2009 – 9:31 pm

Manuel Zelaya – Presidente das HondurasO presidente da Assembleia Geral da ONU, o nicaraguense Miguel D’Descoto, acusou hoje os Estados Unidos de terem apoiado as acções do exército hondurenho que apearam do poder o presidente Manuel Zelaya.

D’Escoto distribuiu um comunicado no qual informa ter feito um pedido ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para que esclareça a sua política face à América Latina.

“Muitos se perguntam se esta tentativa de golpe é parte dessa nova política, já que o Exército hondurenho reconhecidamente tem um histórico de submissão total aos EUA”, acusou o presidente da assembleia geral da ONU. D’Escoto considera “imprescindível” que “Obama condene imediatamente a acção golpista contra Zelaya”, para evitar suspeições.

O presidente americano limitou-se a fazer distribuir um comunicado no qual expressa “preocupação” com a situação nas Honduras e pede ao povo e aos partidos políticos hondurenhos que respeitem as regras democráticas, o Estado de Direito e os princípios da Carta Democrática Interamericana. “As tensões e disputas que possam existir devem ser resolvidas pacificamente por meio do diálogo livre de qualquer interferência externa”, disse Obama.

Zelaya foi detido hoje por militares e levado contra a sua vontade para a Costa Rica, de onde denunciou estar sob “sequestro”.

A acção militar ocorreu no dia do referendo sobre a convocação de uma Assembleia Constituinte, declarada ilegal pelos tribunais.

MRA Alliance/Agências

Será que isto tem alguma coisa a ver com os economic hitmans?
Digam-me se tiver a ver mal as coisas.

Como dizem os italianos… Buuh…..

Nazi e a Base Amfíbia Naval do Coronado, EUA

Estava a ver um mini doc e de repente dei de caras com isto…

Encontrem as diferenças.

Base Naval Amfibia, Coronado, EUA

Base Naval Amfíbia, Coronado, EUA

Suástica Nazi

Suástica Nazi

Não vou tentar explicar este post agora, até porque não sei ainda o suficiente.. No entanto posso andiantar que dei de caras com esta informação peculiar numa série de mini-docs. É no minimo curioso, tendo em conta o impacto que este simbolo tem na sociedade, que o uso deste simbolo seja não intencional.

Procura no video.google por The Illuminati Project, é a parte 6.